quinta-feira, novembro 25, 2010

Misfits (Season 1)


Primeiro veio o filme, depois a banda e agora é a vez da série. O que é que estes três têm a ver uns com os outros? O nome e nada mais, mas é um nome poderoso: "Misfits", os desajustados, os outcast.
Esta série Inglesa é uma espécie de Skins meets Heroes. É sobre um grupo de 5 jovens que se conhecem a cumprir serviço comunitário. Durante o primeiro dia uma estranha tempestade ocorre e quando se tentam proteger são atingidos, juntamente com o supervisor, por um raio. Com o tempo começam a descobrir que desenvolveram poderes. O problema é que não foram os únicos a receber estes "dons" afinal a tempestade aconteceu por toda a cidade (quem sabe mais até) e nem todos, ao contrário deles, mantiveram a sua sanidade mental após a mesma.
Os poderes que os 5 receberam estão relacionados com as suas personalidades o que mostra que apesar de os raios terem causado poderes especiais, estes são desenvolvidos de forma diferente em cada um.
Kelly Bailey (Lauren Socha) está a cumprir serviço comunitário por ter andado à porrada. Percebe-se portanto que uma característica chave da sua personalidade é a agressividade, o que lhe valeu logo o estereótipo de chav para os outros. É também quem se preocupa mais com os amigos e apesar de não o demonstrar preocupa-se muito com o que os outros pensam dela, agora graças ao seu poder, telepatia, já vai saber, para o bem e para o mal.
Simon Bellamy (Iwan Rheon) é o rapaz estranho, o freak. Tentou pegar fogo a uma casa e é olhado pelos outros como sendo bizarro e, verdade seja dita, ele é. Simon não tem amigos, ninguém lhe liga e sempre foi invisível para o mundo. Já perceberam que o poder de Simon é o da invisibilidade. Este é um poder complicado, sejamos bons ou maus, quem for invisivel automaticamente vai cometer actos desonestos e este poder calhou logo àquele que parece ser o mais instável psicológicamente, lindo.
Curtis Donovan (Nathan Stewart-Jarrett) é a estrela caída. Atleta de competição, poderia ter tido uma carreira de futuro nas Olimpiadas se não fosse apanhado com cocaína. Curtis é o que mais sofre com a sua situação, pois de todos foi o que mais perdeu. Por momentos pensei que iria ter super-velocidade, afinal é um atleta de corrida e também por causa da forma como decorre a cena em que ele usa o poder e todos se começam a mexer muito devagar aos seus olhos. Mas estava errado, afinal o que é que Curtis mais deseja é voltar ao passado para apagar o seu erro. Pois bem, este é precisamente o seu dom. Curtis consegue voltar atrás no tempo. No entanto não é capaz de controlar o seu poder, recuando apenas em momentos de grande stress. Saliento o episódio dedicado a ele, em que volta atrás no tempo e tem a oportunidade de se livrar da cocaína antes de ser apanhado. Claro que tudo isto é um enorme paradoxo, se Curtis nunca chegasse a ser preso poderia nunca receber o seu poder então nunca poderia alterar as coisas desta forma, ou poderia? Ahh adoro histórias sobre viagens no tempo.
Em qualquer série há sempre um engraçadinho e uma gaja boa não é? Bem Alisha Dixon (Antonia Thomas) é a rapariga que irá causar arrepios nas virilhas dos rapazes. Está constantemente a usar a sua sensualidade nos outros e agora depois da tempestade está condenada a fazê-lo sempre que a toquem. Alisha deve libertar algum tipo de feromonas especiais quando a tocam, pois faz com que seja intensa e violentamente desejada. Os homens perdem o controle e nem se lembram do que aconteceu depois, mas enquanto lhe tocam só conseguem pensar numa coisa: em fazer amor com ela. Fez-me lembrar um pouco a Rogue dos X-Men, são ambas personagens que têm problemas com o toque. A 1º porque suga a energia deles e a Alisha porque, se não quiser, o mais certo é ser violada. Está a cumprir serviço comunitário por connduzir embriagada.
Por fim temos o engraçadinho, Nathan Young (Robert Sheehan) que é quanto a mim "O" personagem da série, aquele que faz com que "Misfits" seja um autêntico vício. Eu gosto dos outros também, principalmente do Simon que se vai revelando episódio a episódio, mas Robert Sheehan está para "Misfits" como Johnny Depp para os "Piratas das Caraíbas".
No final do primeiro episódio todos descobriram quais são os seus poderes, todos menos Nathan que das duas uma, ou não tem poderes, ou ainda não o descobriu. Felizmente tem outro dom o do humor. A interpretação de uma piada é importantíssima e Robert Sheehan faz um trabalho excepcional nesta série. Já espreitei a BD feita a partir da série e não é a mesma coisa sem ele.
Está constantemente a gozar com tudo e todos, e afirma que a razão de estar ali foi por ter sido apanhado a roubar doces, o que ninguém acredita.
Acho que "Misfits" está muito bem realizado, tem uma excelente banda sonora, que é crucial em determinados momentos, e tem um enredo divertido, interessante e por vezes completamente louco. Mas o seu grande trunfo quanto a mim é o humor: sujo, incorrecto, completamente errado, mas sempre, sempre muito engraçado. E aqui, novamente, tenho de salientar o nome de Robert Sheehan (este tipo vai ser grande). O seu discurso no último episódio sobre a sua geração é belíssimo e rivaliza com o de um William Wallace em Braveheart ou de um Maximus em "Gladiator".
Felizmente esta é uma série inglesa pois se fosse americana dúvido que tivessem os tomates de a filmar desta forma, uma forma carnal, arrojada e sem preconceitos.
Para verem o trailer cliquem aqui.

18 comentários:

Snow White disse...

O Simon (que tem um gosto musical bem semelhante ao meu) e o Nathan também são as minhas personagens favoritas.

Concordo contigo quando dizes que o Robert Sheehan vai ser grande, ele é fantástico.

Loot disse...

Um muito obrigado pela sugestão lá no blog, foi assim que descobri esta pérola :)

Quando o Nathan e o Simon se juntam é do melhor: "Save me Barry" :D

Já vi também os dois da 2º temporada que já deram. O inicio desta temporada foi de chorar a rir.

ArmPauloFer disse...

Caramba que era uma óptima série para passar num FOX Next por exemplo... para a descobrirmos como deve ser!

Da BBC andei a ver a "Being Human", que é mais ou menos...

Loot disse...

Being Human é aquela do vampiro, lobisomem e fantasma que moram na mesma casa?

Quando soube disto quis ver. Actualmente estamos inundados com programas de vampiros, mas eu continuo a gostar deles.
Mas depois acabou por ficar para 2º plano, também não me falaram muito bem dela e pelo que dizes, se calhar continuará a ficar para 2º plano :P

ArmPauloFer disse...

Sim "Being Human" é essa mesma.
Começa fraca, e sem grande sentido e mais como drama... mas depois apanha um rumo muito interessante e mais mexido.
Da 2ª temporada só vi o 1º episódio ainda mas foi bem bom e agora há vilões a sério e mais efeitos especiais e a nivel de história é mais cativante.
Vem aí em 2011 a 3ª temporada da BBC... e entretanto so americanos já a estão a adaptar.

Loot disse...

Que surpresa lol

Sempre que falam em adaptações americanas lembro-me do Coupling que ficou muito mau.

Vi recentemente o trailer da versão americana de skins e acho que vai pelo mesmo caminho.

Office é que dizem que ambas valem a pena. eu só conheço a Inglesa, quando vejo uma série não tenho vontade de ver a mesma série outra vez. Mas tenho de experimentar esta.

Dora disse...

Nunca ouvi falar. tenho de espreitar.

Loot disse...

Eu ando a espalhar a série como quem espalha a boa nova :)

Espreita sim e depois conta-me o que achaste. São poucos episódios a 1º temp só tem 6.

Snow White disse...

A segunda temporada também está "whoa" lol. Neste momento não me sai da cabeça a cena do Nathan a por protector solar, so gross but you just can’t look away.

Loot disse...

cena foi demais, é que eles não poupam o espectador, ele esfrega em todo o lado lol.


SPOILERS

E o inicio com ele a bater uma no caixão? Só mesmo aquele gajo, se bem que tem razão, não havia mais nada para fazer :D

Snow White disse...

Pois até se entende. Tem tantas cenas épicas (a do panty sniffer por exemplo xD)que eu passo os episódios a rir-me.

Olha tens de ver o 3, descobre-se a identidade do superhoodie (é mais uma confirmação) e as coisas ganham rumo.

Loot disse...

NÃOOOOOOOOO!!!

Agora vou directo para o Porto e lá não consigo sacar, agora só domingo. Até lá já não tenho unhas. Tou tramado.

E sim são muitas cenas épicas o Simon também sempre que toca na Alisha ui ui.

"you're wearing cardigans' :D

Loot disse...

SPOILERS

Para mim o superhoodie fazia sentido ser o Curtis. Devido à informação que ele tem da equipa e por poder voltar atrás no tempo.

Mas no inicio da 2º temp qnd o Hoodie se está a vestir tem mamas e mãos brancas então não pode ser ele.

Snow White disse...

Eu só te digo mais isto: isto vai tornar-se em grande série de super heróis se eles não se perderem. Está com um tom mesmo awesome!

Loot disse...

Desde que o Nathan não mude muito a personalidade :)

Ahh o que tu foste fazer :P
Pode ser que consiga arranjar no fds :P

Loot disse...

OK grande falha visual, fui rever o 1º ep da 2º season e é um homem lol. Não sei como mas da 1º vez fiquei com a sensação que vi umas mamas esquisitas. Agora já percebo pq pareceram esquisitas porque não são. O mais estranho foi um amigo meu ter tido a mesma impressão enfim.

Mas já vi o 3º yupi:

SPOILERS

O Curtis lembrei-me quando viaja no tempo volta para o corpo dele, não consegue andar a vaguear pelo passado havendo dois Curtis. Que ele não era o Hoodie era óbvio porque este é branco, mas isto também me leva a crer que não foi o Curtis a trazer o Hoodie de volta ao passado e a deixá-lo lá.

Falta então saber como ele viajou no tempo, como tocou a Alisha. E já agora ele podia usar a invisibilidade para passar mais despercebido, por exemplo quando foge do Nathanm no anterior.

Quanto eo ep. foi excelente, as cenas do Hoodie com a Alisha que ainda ficou mais interessante e claro o Nathan gay foi de chorar a rir, quando pensa que o Hoodie tem uma arma corre a proteger o Simon, foi lindo :)

A cena de acertar na boca com o amendoim tem umna probabilidade de 1 num milhão mas ok é na boa ;)

Snow White disse...

Spoilers

Eu sempre achei que fosse o Simon (mais porque queria muito que fosse ele). Tinha de ser um dos 5, não era gaja, logo só podia ser um dos três gajos. O Curtis era demasiado óbvio, o Nathan nunca seria assim perfecionista (e n me parecia ter o corpo *coff coff*) então por exclusão de partes tinha de ser o Simon. Eu tive a pensar nos poderes, acho que quando alguém está mesmo apaixonado pela Alisha (or the other way around?) o poder dela não tem efeito nenhum (e o Curtis parece-me que gosta dela principalmente porque ela é boa), daí o Simon ser imune (isso ou ele é tipo o Peter pattreli lol). Ele não deve usar a invisibilidade uma vez que precisa que o seu “eu” do passado veja tudo porque basicamente é como se estivesse a deixar para trás um manual de instruções para ele próprio.

Eu adorei o momento em que a Alisha descobre que é o Simon o Hoodie, que banda sonora brutal! Isto está a tomar um rumo diferente e eu estou a gostar.

A do amendoim foi mesmo OMFG, não pode… mas pronto, tinha de ser senão estavam todos torrados.

(Já agora, de certeza que o Simon do futuro vai morrer a proteger a Alisha...)

E deixa lá, dudes vêm mamas em todo o lado, esquisitas ou não xD

Loot disse...

SPOILERS

O Curtis não podia ser porque mostraram-lhe as mãos e eram brancas, apenas era pelo poder o que faria mais sentido, mas depois de pensar bem nem isso. Ele conhecia os poderes de todos antes deles e as situações daí dar a entender que era alguém que vinha do futuro. Como viajou é que não sei mas isso é fácil de arranjar.

As mamas foi o que me fizeram mudar de direcção realmente e a Alisha e Kelly têm-nas maiores do que as que eu vi LOL. o Nathan concordo, não é o estilo dele apesar de não sabermos como ele é no futuro. O simon está diferente também, mas não tão diferente.

Ele também não usa a invisibilidade para nós o vermos e principalmente não sabermos que é o Simon. Porque a cena em que o Nathan o persegue no 2º ep, ele devia ter ficado logo invisivel, o simon nem estava lá. Mas aqui é mesmo para servir o argumento, são cenas desculpáveis.

Tava era habituado a ver isto seguido agora esperar uma semana é terrivel :P