domingo, maio 18, 2008

Influências/Semelhanças #10

Finalmente completei o segmento final sobre os speedsters, neste caso aqueles correspondentes à "Idade Moderna". Não sei se me afastei um pouco da ideia original desta rubrica, mas de qualquer das maneiras tinha de terminar o que comecei, ou seja, uma breve descrição de alguns dos speedsters mais relevantes nos comics, baseado obviamente na minha opinião e conhecimento. Antes de continuar, para melhor percepção dos textos é aconselhada a leitura dos segmentos anteriores:

- Speedsters da "Idade de Ouro" (1930s-1950s)

- Speedsters da "Idade de Prata" (1950s-1970s)


Jesse Quick


Jesse Chambers foi criada por Len Strazewski e Mike Parobeck e surgiu pela primeira vez nos comics em 1992.
Jesse é filha de Johnny Chambers, o famoso super herói Johnny Quick (ver speedsters da "Idade de Ouro"). Johnny decidiu ensinar à sua filha a fórmula que lhe concedeu a sua super velocidade a fim de ter alguém que continuasse o seu legado no combate ao crime. E quem melhor para continuar o seu trabalho do que a própria filha?
Wally chegou a pedir a Jesse para ela o substítuir como Flash, caso alguma coisa lhe acontecesse, mas provou-se mais tarde que tudo não passava de um truque para levar Bart Allen a levar o seu papel no legado dos "Flash" mais a sério, mas dele falarei mais tarde. Quando Jesse descobriu isto ficou muito magoada, mas eventualmente os dois continuaram amigos.
Jesse possui os mesmos poderes que o seu pai, quando visualiza a fórmula "3x2(9YZ)4A" consegue voar e mover-se a grandes velocidades. Aparentemente quando está em grande stress, possui um certo nível de super força que herdou da sua mãe a Liberty Belle, mas o porquê de isto acontecer não é explicado.
Jesse começou por usar o nome de "Jesse Quick" e mais tarde adoptou o de sua mãe, "Liberty Belle".


Meanstreak


Foi criado por John Francis Moore e Ron Lim, para integrar o grupo de heróis "X-Men" do ano 2099. A saga da Marvel sobre o ano 2099 começou em 1993 e soube-se mais tarde que não seguia a continuidade da Marvel, ao invés de ser o mesmo Universo no futuro, tratava-se de facto de um Universo paralelo.
Henri Huang é há semelhança de Quicksilver (ver speedsters da "Idade de Prata") um mutante com o poder da super velocidade. Foi escolhido por Xi'an para integrar o grupo de mutantes "X-Men". Além da sua super velocidade é um grande génio no que toca a tecnologia.
É capaz também de se curar mais depressa devido aos seus poderes de velocidade.
Não se sabe se Meanstreak morreu ou não no final da saga 2099, pois a sua última aparição foi a cair de um penhasco e como a série foi cancelada nunca se soube o destino desta personagem.
Do Universo 2099 apenas um personagem continuou a ser utilizado, o Spider Man 2099 que é membro activo da equipa "Exiles" uma equipa constituída por membros de vários Universos Alternativos, talvez há semelhança de Spider-Man, Meanstreack ainda volte a aparecer nos comics.


Impulse /Kid Flash II /The Flash IV


Bartholomew Allen (mais conhecido por simplesmente Bart Allen) já foi conhecido por muitos nomes, surgiu pela primeira vez no número 91 de "Flash vol. 2" em 1994 e ostentava o nome de código "Impulse". Em 2003 adoptou o título de Kid Flash, e em 2006 substituiu Wally West após o seu desaparecimento durante a "infinite Crisis", usando pela primeira vez o nome de "Flash". Foi criado por Mark Waid e Mike Wieringo.
Se repararem no apelido de Bart vão aperceber-se que é o mesmo do segundo Flash, Barry Allen, pois Bart é nada mais nada menos do que o seu neto, ou seja, o sangue do "Flash" já lhe corria nas veias desde o início. É filho de Don um dos Tornado Twins que mencionei brevemente ao falar de Barry na secção de Speedsters da "Idade de Prata", para quem não leu os Tornado Twins são os filhos que Barry teve no século XXX. Curiosamente pelo lado da mãe é descendente do arqui-inimigo do seu avô, o Professor Zoom.
Bart nasceu com um metabolismo super acelerado, então com apenas dois anos aparentava ter 12. De forma a que ele não sofresse problemas mentais foi criado durante algum tempo numa máquina de realidade virtual. Uma vez que este método não estava a resultar a sua avó Iris West decidiu levá-lo para o presente onde Wally West (terceiro flash) conseguiu finalmente "curá-lo" desta condição. Permanecendo no presente iniciou um treino com Max Mercury (ver Speedsters da "Idade de Ouro").
Após se aliar ao grupo "Teen Titans" Bart foi baleado no joelho por Deathstroke (quando possuído por Jericho) durante o período em que esteve parado alterou o seu nome para "Kid Flash" (à esquerda temos uma imagem dele com o Fato de "Impulse" e de "Kid Flash").
Agora vem a parte complicada, durante a saga "Infinite Crisis", Wally, Jay e Bart tentam impedir o Superboy Prime usando as suas velocidades para o enviar para a dimensão da Speed Force, durante este processo Jay fica para trás pois dos três é o menos rápido e Wally transforma-se em energia e desaparece. Quando tudo parece perdido para Bart, Max Mercury, Johnny Quick e Barry Allen aparecem para o ajudar (todos tinham sido absorvidos pela Speed Force no passado). Durante este feito Bart desaparece para uma realidade alternativa onde passa quatro anos até conseguir regressar ao tempo em que decorria a batalha contra o Superboy Prime, ou seja, para os seus amigos apenas segundos passaram entre o seu desaparecimento e o seu regresso, mas quando Bart regressou veio quatro anos mais velho e a usar o fato do Flash.
Bart é um jovem muito dotado, além das habilidades comuns de um speedster (correr sobre a água, criar tufões, etc), é capaz de criar uma espécie de "réplicas" que consegue enviar através do tempo, mas é uma manobra muito perigosa uma vez que a morte de uma dessas "réplicas" o colocou em coma. Tem também a habilidade de memorizar tudo o que leu, ouviu ou viu.
Após a "infinite Crisis" a Speed Force ficou contida nos eu corpo tornando-o mais poderoso, mas dando-lhe uma maior dificuldade em controlar os seus poderes.
Bart é um dos speedsters mais poderosos e o tempo indicava que possívelmente se iria tornar no mais poderoso de sempre, mas poder não é tudo e Bart não foi capaz de preencher o vazio deixado por Wally, da mesma forma que este o fez com Barry talvez por isso tenham decidido em matá-lo, trazendo de volta Wally West.
Sobre a sua morte, muito rapidamente ocorreu às mãos de vários vilões, mas o principal culpado terá sido, Inertia que por acaso também é em parte seu clone. Inertia tenta utilizar uma máquina para roubar a velocidade a Bart, este sem poderes e contra vários vilões, nunca teve hipótese de sobreviver.
A sua morte no entanto aconteceu na mesma altura do regresso de Wally e aparentemente não foi a máquina que roubou a Speed Force a Bart, mas Wally uma vez que ao regressar absorveu-a acidentalmente.


Black Flash


O Black Flash foi criado por Mark Millar, Pop Mhan e Christ Ivy e foi publicado pela primeira vez em 1998.
Este personagem da DC Comics consiste na personificação da Morte para todos os que possuem super velocidade, portanto os speedsters. A sua existência ainda não foi totalmente explicada, há quem sugira que ele existe porque os speedsters são demasiado rápidos para a Morte tradicional os conseguir apanhar ou que simplesmente é um efeito relacionado com a speed force, pois quando o Black Flash vem capturar estes personagens é para os levar até essa dimensão. Quanto a mim a primeira explicação faz pouco ou nenhum sentido, a Morte não tem de correr para apanhar quem está na sua lista.
O ditado sobre este personagem é que "Ninguém é mais rápido que o Black Flash", eventualmente ele irá capturar-te. Nos comics já apareceu a vários speedsters, no entanto Wally West conseguiu vencê-lo ao correr até o fim dos tempos até um ponto onde a morte não fizesse mais sentido fazendo com que o Black Flash acabasse por desaparecer (as condições em que Wally se conseguiu safar são incertas pois ainda não li a estória em questão, apenas me baseei na informação disponível no site da Wikipédia).


Zoom


Criado por Geoff Johns e Scott Kolins, Hunter Zolomon é o terceiro homem a usar o título de "Reverse Flash". Surgiu pela primeira vez nos comics em 2001, mas só apenas em 2003 como Zoom.
O seu pai era um assassino em série que quando foi denunciado à polícia pela sua própria mulher, matou-a também. Desde esse acontecimento que Zolomon ficou obcecado em parar criminosos como o seu pai, tendo mais tarde alistado-se no F.B.I.
Após ter sido expulso do F.B.I. devido a um caso que resultou na morte do pai da sua mulher e colega Ashley, foi trabalhar divorciado para Keystone City como Profiler. Aqui ele começou a trabalhar em casos com Wally West e juntos desenvolveram uma amizade.
Certo dia durante um ataque do Gorila Grodd, ficou paralisado da cintura para baixo e pediu a Wally para usar uma máquina de viajar no tempo que se encontrava no "Museu Flash" a fim de o ajudar. Wally recusou pois as consequências em alterar a continuidade do tempo podem ser dramáticas. No entanto a explicação de Wally não foi suficiente para o fazer mudar de ideias e assim Zolomon invadiu o museu e tentou usar a máquina, resultando numa explosão que destruiu o museu e alterou a sua ligação ao tempo para sempre, isto é, Zolomon é capaz de manipular o tempo, diminuindo-o em relação à sua pessoa e dando assim a ilusão que se move a grandes velocidades quando na verdade é o resto do mundo que se está a mover muito devagar.
No fundo Zolomon não é verdadeiramente um speedster e por isso não tem acesso à Speed Force, uma vez que os seus poderes são fruto da manipulação do tempo, no entanto achei que o"Reverse Flash" de Wally tinha de ser mencionado, e porque é sem dúvida uma característica muito engraçada do personagem.
Como ele manipula o tempo à sua volta, Zoom não sofre de problemas provocados pela supervelocidade, como problemas de fricção (claro que quem usa a speed force consegue vencer esses problemas também). No entanto há desvantagens, uma vez que ele não se está a mover a grandes velocidades não cosnegue vibrar através de matéria sólida.
Zoom acha que Wally não o ajudou no passado porque ao contrário do seu tio Barry nunca experenciou tragédia na sua vida (Barry tinha perdido a mulher), então torna-se obcecado em trazer essa tragédia a Wally com o objectivo de o tornar num herói melhor. Zoom é sem dúvida um dos mais temíveis vilões do Flash.


Nota: Algumas informações como por exemplo as datas foram retirados do site da wikipédia.

4 comentários:

Bongop disse...

Boa review de Flashes... eheheh
A Jesse Quick passou a ser mesmo Liberty Belle nos últimos JSA, embora no último, ela quando precisa consegue dá uma "corridinha" !

kitt disse...

"Não se sabe se Meanstreak morreu ou não no final da saga 2099, pois a sua última aparição foi a cair de um penhasco e como a série foi cancelada nunca se soube o destino desta personagem."

Desconhecia esse facto por so aconpahei o que saia aqui pela abril/cj,e na epoca nem eles nem a Abril Brasil editaram o resto.Apesar de terem prometido a continuação no Mundo do Amanha 2099.
bom artigo como sempre.:P

looT disse...

Bongop: Obrigado. Até agora o que me deu mais gozo escrever acho que foi este: http://alternative-prison.blogspot.com/2007/03/influnciassemelhanas-2.html

Já agora algum Flash favorito? Eu gosto muito do Barry e do Wally.

Kitt: És tu e eu, eu costumava seguir mais de perto o Aranha 2099 do que os X-Men, mas depois mais perto do final deixei de ler, aquilo estava a ficar muito agarrado ao passado. Mas de qualquer das maneiras pensava que tinham sido todos editados por cá.

Sobre o Meanstreak, acho que nunca mais vamos ouvir falar dele, o regresso do Aranha é uma coisa, uma vez que o personagem tinha personalidade, humor e um fato bem catita, agora speedsters há muitos.
E obrigado ;)

ArmPauloFerreira disse...

Que bela sequência de artigos sobre os speedsters.
Nem os conhecia a todos sequer!
Parabéns.