sexta-feira, novembro 26, 2010

D'artagnan e os Três Mosqueteiros



Lembro-me de cantarolar a canção quando andava na primária (a voz é que não a recordava nada assim).

Esta é a famosa série dos três mosqueteiros que contém um dos maiores Twists de sempre, maior que o Darth Vader ser o pai de Luke Skywalker. Estou a falar do episódio em que descobrimos que Aramis é uma mulher.

Nunca Dumas imaginou que tal fosse acontecer.

Já agora esta é uma série de animação japonesa cujo título original é: "Sanjushi".

12 comentários:

ArmPauloFer disse...

Esta já não vi. Em que ano passou?
Para mim, não houve nada como a do "Dartacão e os 3 Moscãoteiros"... e ainda hoje é deslumbrante!

Loot disse...

Não sei especificamente algures entre o final dos 80 ou o inicio dos 90, do género 88-91.

O Dartacão veio depois, descobri no videoclube e depois deu na TV. Excelente.

ArmPauloFer disse...

Viste depois mas o Dartacão já tinha dado entre 1980 a 1984...

Loot disse...

Não fazia ideia que era tão antigo. Já agora nessa altura deu em Portugal também?

ArmPauloFer disse...

O dartacão? Deu pois e bem dobrado... e a canção do genérico era um hit.
Nostalgia dos anos 80: genericos de programas infantis (parte 2)

Loot disse...

Tenho de ver isso :)

Obrigado

Diogo Semedo disse...

D'Artagnan foi sem dúvida a melhor série de animé no final dos anos 80.

Tenho uma pena imensa que ainda nenhuma das empresas que publica séries antigas em dvd tenha pegado nesta grande série.

Bate aos pontos o Tom Sawyer, a Ana dos Cabelos Ruivos e o Conan o rapaz do futuro juntos.

Tem das melhores bandas sonoras em séries deste estilo.

Loot disse...

Já lá vão muitos anos não consigo ter noção de qual preferia até porque esta vi antes do Tom Sawyer que também adorava. As outras que referes nunca vi.

E já arranjaste na net sem ser em dvd? Já que não há?

refemdabd disse...

Catano...vocês não se lembram da televisão com emissões a preto e branco! "Heidi"; "Marco" ("era um porto italiano..."); "Vikie"; "Barbapapa"; "O Carrossel Mágico"; "Pantera Cor-de-Rosa", entre algumas. Depois veio a cor e lá passaram novamente as anteriores mais "Abelha Maia", "Gulliver" ("we'll never make it!"); "Candy Candy" (para as meninas); "Belfy e Lilibit"; "Dartacão"; "Conan, um rapaz no futuro"; "Bell e Sebastião"; "Bana e Flappy"; "Jackie, o urso de Tallac"; "Tom Sawyer"; "Era uma vez..."; "As Cidades de Ouro".

Gostos serão sempre gostos, mas nada, mas mesmo nada, bate "Conan, um rapaz no futuro".

Loot disse...

Não é que estes fossem os meus preferidos (até podem ter sido na altura em que davam) mas já não via isto há anos.

E sim os do tempo a preto-e-branco eu não tenho recordações. Apesar de ter visto muita tv a preto-e-branco era mesmo porque a minha avó ainda mantinha essa tv :P

Conan nunca vi mas é sempre desenho animado de culto quando ouço falar.

Abraço

refemdabd disse...

Pois, é que eu sou do tempo do bacalhau a 25 tostões! E isto é só inveja do pessoal novo! Se passares muito perto de mim, ainda te dou uma bengalada, hehehe!

Agora fora de brincadeiras, esta série dos Mosqueteiros estava bastante boa mesmo. Já tinha para aí uns 20 anos e por vezes lá via um episódio. Quando a colocaste aqui no teu blog, lembrei-me dela.

Agora, "Conan, o rapaz do futuro"("Mirai shonen Conan") é fantástico. Foi editado em Portugal (duas caixas) com opção de audio em Português ou em Japonês legendado. Tens que ver, ainda hoje, depois de adulto...velha carcaça...adoro rever.

Loot disse...

Então achas que o conan ainda hoje é apelativo a adultos? (não que eu não veja coisas de miúdos lol)

Porreiro, sendo assim já fiquei mais vontade de ver :)

abraço