sexta-feira, dezembro 19, 2008

Influências/Semelhanças #13 - Especial Watchmen

Esta é uma ideia já antiga, infelizmente até à data ainda não tinha tido a disponibilidade e motivação necessárias para a cumprir.
De forma a acompanhar o desenvolvimento do filme "Watchmen" até à sua estreia, pensei que podia ir falando de vários aspectos desta obra culminando na crítica ao filme. Uma ideia interessante na minha opinião seria sem dúvida falar de alguns personagens que influenciaram a criação de "Watchmen". Para quem não sabe a grande maioria das personagens desta obra foi baseada em personagens da Charlton Comics, uma vez que Moore não pôde usá-los na sua novela gráfica.
A Charlton Comics era uma editora de Banda Desenhada Americana que foi adquirida pela DC Comics em 1985.
O primeiro personagem escolhido para esta rubrica é precisamente o Rorschach.



Mr. A



Estava eu pronto para começar a escrever sobre isto quando (como sempre) decido ir fazer uma pesquisa mais avançada. E ainda bem que o fiz, pois acabei por descobrir que Rorschach não foi baseado em um mas em dois personagens da Charlton Comics. Confesso que desconhecia por completo este Mr. A.
Foi criado por Steve Ditko e teve a sua primeira aparição em 1967 no comic Witzend #3.
Mr. A é Rex Graine um jornalista do Daily Crusader e a sua origem nunca foi revelada. Apenas sabemos que é um homem de fortes princípios que acredita que uma pessoa só pode ser boa ou má. Aquando da sua chegada utiliza cartas metade brancas e pretas que servem para simbolizar esta sua crença numa vida que pode apenas ser ou branca ou preta.
Mr. A representa a crença na filosofia do objectivismo de Aye Rand por parte do seu autor. A partir daqui compreende-se melhor porque Mr. A é retratado como não tendo qualquer tipo de remorso para com os criminosos. Mr. A apenas se preocupa com os "verdadeiros" inocentes e jamais demonstra mesiricórdia para com os outros. Apesar de esta filosofia ser severa, Mr. A tem em conta o tipo de crime cometido quando exerce a sua justiça. No entanto se uma vida inocente for ameaçada não hesitará em matar o criminoso em questão.
O seu fato é completamente branco e utiliza luvas e uma máscara de metal.


+


The Question


Há semelhança de Mr. A, The Question é mais um vigilante saído da mente de Steve Ditko cuja primeira aparição data também de 1967 no comic Blue Beetle #1.
Vic Sage era um jornalista conhecido pelas suas investigações e agressividade. Enquanto investigava o Dr. Arby Twain envolveu-se com um antigo professor Aristotle Rodor. Segundo o professor ele e Twain andavam a desenvolver uma pele artificial de nome Pseudoderme. Esta pele tinha como propósito servir como curativo de ferimentos. Infezlimente provou possuir uma certa toxicidade que podia ser fatal em algumas feridas. Apesar de decidirem terminar a experiência Dr. Twain fugiu com a Pseudoderme e começou a vende-la ilegalmente.
A fim de esconder a sua identidade enquanto parava as acções criminosas de Twain, Sage usou a pseudoderme para cobrir o seu rosto. A partir daqui e com a ajuda do professor, Vic Sage tornariam-se no The Question.
The Question é tal como Mr. A o típico vigilante detective, ostentando a típica gabardine e chapéu. Ditko acabou por criar dois personagens muito similares não só fisica mas ideologicamente uma vez que também Question era seguidor do objectivismo uma filosofia já notória no modo de agir de Mr.A. No entanto isto viria a mudar após a DC ter adquirido os direitos da Charlton Comics. A editora acabaria por alterar o personagem tornando-o seguidor da filosofia do budismo-zen.
A sua origem foi posteriormente alterada, algo muito incomum na BD (ou não). Victor Sage passaria a ser então um órfão cujo nome verdadeiro é Charles Victor Szasz. Vítima de abusos durante criança num orfanato católico, Szasz tornou-se num jovem com uma clara disposição para a violência.
A pseudoderme liberta um gás que The Question utiliza para mudar a cor do seu cabelo e da sua roupa. Houve um tempo em que Sage usava cartas onde após uma reacção química ostentariam um ponto de interrogação, a sua imagem de marca.
Durante a saga "52" The Question morre deixando o seu manto para Renee Montoya a nova e actual "The Question".


=


Rorschach


Na minha opinião o Anti-Herói por excelência e um dos grandes personagens de uma das mais aclamadas graphic novels de sempre, "Watchmen".
Foi criado por Alan Moore e por Dave Gibbons e data de 1986 ano em que saiu o primeiro comic de Watchmen.
As semelhanças entre este personagem e os criados por Steve Ditko são evidentes. Todos os personagens são do tipo vigilante detective usando uma típica gabardine e um típico chapéu. Todos cobrem a cara com uma máscara peculiar, Mr. A todo de branco, The Question cor de pele e Rorschach com... bem com manchas de Rorschach. A máscara deste último foi retirada de um vestido branco com manchas negras que iam alternando ao longo do tempo dando o efeito de estarmos perante as célebbras manchas dos testes de Rorschach.
Mas as semelhanças vão além das fisicas, a filosofia do objectivismo tão presente nos personagens de Ditko mantém-se em Rorschach. Através das acções e pensamentos bem anotados no seu caderno é claro perceber que ideologicamente Rorschach é um absolutista, anti-comunista, anti-liberal e nacionalista. A própia máscara que usa sendo branca e preta serve para simbolizar essa visão dual e simplista do mundo onde as coisas ou são boas ou más, algo que Mr. A já fazia mas com cartas.
É um personagem de extrema direita, ou seja, completamente diferente de tudo aquilo em que acredito, mas na Banda Desenhada é impossível não o adorar. Apesar de herdar características tão absolutistas dos personagens de Ditko volto a relembrar que o The Question mudou ao longo do tempo tornando-se um personagem mais liberal e equilibrado quando começou a ser escrito pela selo da DC Comics.
A crença de Rorschach em punir o mal é tão grande que ele nunca parou de ser um vigilante mesmo após ter sido aprovado o registo que tornou a actividade dos super heróis ilegal a não ser que estes trabalhassem para o governo.
Como disse, moralmente não é de todo um personagem fácil de digerir, no entanto respeitei muito a sua atitude no final de Watchmen e vê-lo punir o crime é pura e simplesmente fantástico. Célebre se tornou a frase que menciona na cadeia quando diz que não é ele que está fechado com os criminosos mas os criminosos que estão fechados com ele.
No comic #17 do The Question, existe uma referência a Rorschach. Question encontra uma BD com este personagem e acha-o tão estiloso que decide copiá-lo. A história termina com o Question a levar uma surra concluindo que afinal o Rorschach não presta. Uma pequena brincadeira neste enorme mundo que é a nona arte.
Na graphic novel, teremos acesso ao passado do personagem bem como aos momentos em particular que contribuíram para a formação deste personagem. Para falar dele vou ter de os mencionar por isso a todos os que têm intenções de vir a ler este livro aconselho a parar de ler este texto agora.
O desejo de Rorschach, ou melhor, Walter Kovacs (o seu nome verdadeiro) em combater o crime nasceu no dia em que Kitty Genovese foi assassinada e os seus vizinhos pura e simplesmente não fizeram nada. É de salientar que Kitty Genovese existiu na realidade e foi assassinada em 1964. A sua morte foi na altura muito falada precisamente devido à inanição por parte dos seus vizinhos. Esta acção fez com que Kovacs crescesse para se tornar um super herói, mas só anos mais tarde ele se desenvolveria no psicopata absolutista em que acabou por se tornar.
Kovacs acreditava no sistema legal até o dia em que descobriu que a menina raptada que ele procurava tinha sido assassinada e dada a alimentar aos dois cães do raptor. Envolto num manto de ódio Kovacs decidiu pela primeira vez qual o castigo do criminoso, acção que passaria a cumprir dali para à frente. Neste caso Kovacs prendeu o raptor com uma algema e incediou-lhe a casa que estava coberta de glicerina. Antes de acender o fósforo Kovacs dá uma serra ao raptor e diz-lhe que este não terá tempo de cortar a algema caso queira sobreviver com vida. Esta é uma cena que na minha opinião foi usada no primeiro "Saw" onde os personagens têm de cortar a perna ao invés da corrente caso queiram fugir. É uma cena de enorme intensidade e que nos mostra o nascimento de "Rorschach"



Nota: Algumas informações foram retirados do site da wikipédia.

11 comentários:

Dan disse...

Loot, os meus mais sinceros e enormes parabéns! Devorei este artigo do iníco ao fim! E a ideia de ir fazendo artigos até à estreia do filme é nada mais que uma ideia brilhante!

Estes artigos ainda me deixam mais em pulgas para ver o filme final, uma vez que não sabia nada acerca do mundo Watchmen, nem das suas personagens! E este Rorschach foi a personagem que mais me chamou a atenção nos trailers e este artigo elucidou-me bastante bem das suas raízes e história! :)

Loot és a minha enciclopédia de BD ehehe! Por favor continua com estes artigos! :)

Grande Abraço!

P.S. Já li praticamente todas as tuas críticas a obras de BD que tens aqui no blog, estão fantásticas! De novo, os meus parabéns! ;)

Bongop disse...

Boa looT
Fizeste uma investigação bem fixe.
Gosto muito do personagem, mas desconhecia completamente estas suas semelhanças, e provável génese!
Bom post!
Abraço

Filipe Machado disse...

Os meus parabéns por esta original rubrica (influências/semelhanças)! Todos os artigos que saiem são muito interessantes, é sem dúvida uma mais valia para este blogue!

AGUARDO-VOS EM:
http://additionalcamera.blogspot.com/

looT disse...

Dan: Depois de comentários como esse a vontade de continuar a escrever ainda é maior, muito Obrigado :D
Ainda bem que também há muita informação disponível pois apesar de conhecer muita BD os personagens da Charlton Comics são muito antigos e eu só os li já com o selo da DC.
E o Rorschach é fabuloso depois comprovarás isso é um dos maiores personagens de BD que tive o prazer de ler :D

Ainda bem que gostaste dos textos referentes às BDs continuarei a colocá-los.

Bongop: O the Question já sabia as semelhanças são óbvias o Mr. A é que desconhecia o personagem por completo. Muito interessante sem dúvida. Obrigado ;)

Filipe: Muito Obrigado, concerteza que irei ver o teu espaço :)

Abraço a todos

Filipe Machado disse...

Já agora, tomei a liberdade de incluir o teu blog na lista de links de interesse do meu.

Admiro o teu conhecimento de BD, tenho aprendido muito. Abraço e felicidades!!

KITT disse...

Mais um óptimo artigo Loot.

looT disse...

Filipe: Estás à vontade, farei o mesmo.
Muito Obrigado pelas palavras :)

Kitt: Obrigado por continuares a seguir estes meus devaneios :)

Abraços

na outra banda disse...

parabéns pelo teu blogue.
encontrei uma boa "tira" para aprender um pouco mais sobre a nona arte :)

looT disse...

Obrigado.
E espero que continues a gostar, qualquer coisa que possa ajudar é só perguntar :)

Abraço

CINE31 disse...

Belo artigo! "É um personagem de extrema direita, ou seja, completamente diferente de tudo aquilo em que acredito, mas na Banda Desenhada é impossível não o adorar." Subscrevo totalmente! E só torna ainda mais custoso assistir ao inevitável destino de Rorschach...

Daftar Harga Hp Samsung disse...

Berita Terbaru Hari Ini Berita Terbaru Dunia Informasi Terkini Berita Terkini Berita Terbaru Berita Terkini dp bbm Informasi Terbaru Berita Terbaru Car Reviews & Road Tests Carmodels New & Used Car Reviews Car Reviews Latest Information Today My Health Zone Indonesian Cuisine