quarta-feira, maio 30, 2007

Influências/Semelhanças #4

Uncle Sam

Uncle Sam é a versão de um super herói baseado na personificação nacional dos Estados Unidos da América.
Foi criado por Will Eisner e teve a sua primeira aparição no "National Comics #1" em 1940.
Uncle Sam é o espírito de um soldado patriótico, morto na Guerra Americana Revolucionária, conhecida como a guerra da independência Americana. Agora sempre que o seu país necessitar dele o seu espírito regressará na forma de Uncle Sam.
Foi publicado entre 1940-1944 pela Quality comics, tendo sido comprado mais tarde pela DC Comics, onde é publicado actualmente desde 1973.
Quando foi adquirido pela DC comics, o personagem sofreu algumas alterações nomeadamente na sua origem, agora ele é descrito como uma entidade espiritual que foi criada através de um ritual feito pelos "Pais Fundadores". Este Espírito da América estava inicialmente ligado a um poderoso talismã e assumiria forma humana através da fusão com um patriota morto.
Em termos de poderes possui um certo grau de invulnerabilidade e força, mas o mais engraçado é que os seus poderes são proporcionais à fé e e aos ideias de liberdade do seu País.
Conheço muito pouco deste personagem, li-o em algumas aparições que fez em livros da DC, juntamente com o seu grupo os "Freedom Fighters" e muito sinceramente não lhe achei piada nenhuma.
Não deixo de ter uma certa curiosidade sobre ele uma vez que foi criado nada mais nada menos do que por Will Eisner e possui um livro editado pela Vertigo (pertence à DC comics mas edita apenas livros de banda desenhada mais adultos), escrito por Steve Darnall e com arte de Alex Ross.


Captain America


Sinceramente não sei qual destes personagens foi criado primeiro uma vez que ambos datam de 1940, mas pela informação que reuni Uncle Sam foi editado primeiro em Julho de 1940 e o Captain America em março de 1941.
Ambos os personagens simbolizam o espírito Americano e curiosamente ambos foram criados em 1940, é por isso impossível debruçarmo-nos sobre as suas criações sem analisarmos o tempo em que ocorreram, ou seja, durante a Segunda Guerra Mundial. Uncle Sam existe para preservar os ideias Americanos e o Captain America começou cedo nos comics a dar sovas a Hitler lutando também pelos ideias do seu país.
Quando Steve Rogers ouviu na rádio relatos horrendos sobre a guerra, decidiu alistar-se no exército, mas a sua fraca condição física fez com que o seu desejo fosse recusado.
No entanto a sua coragem não passou despercebida e foi convidado a participar em uma experiência científica, que se propunha a criar a chamada "Fórmula do Super Soldado".
A fórmula em questão tinha o objectivo de aumentar as capacidades físicas de todos os soldados Americanos, tornando-os mais fortes, rápidos e com maior resistência a doenças e ferimentos. A experiência foi um sucesso, mas graças a um espião Nazi o criador da fórmula foi assassinado antes que mais super soldados fossem criados.
Foi assim que Captain America nasceu e se tornou um símbolo de justiça e liberdade para o povo Americano.
Perto do fim da guerra despareceu numa missão tendo sido descoberto anos mais tarde pelos Avengers congelado em um Iceberg. Graças às propriedades do soro de "Super Soldado" foi capaz de sobreviver ao processo de congelação e é por isso que este herói do tempo da Segunda Guerra Mundial ainda existe entre nós. Existe ou existia porque recentemente assistimos ao assassinato deste herói no fim de uma das mais recentes sagas da Marvel "Civil War".
Foi criado por Joe Simon e Jack Kirby e fez a sua primeria aparição no livro "Captain America Comics #1".
Pessoalmente nunca foi um personagem que me atraiu na banda desenhada mas é impossível não reconhecer o seu papel nos comics de super heróis Americanos.
Para mais informações sobre os personagens, cliquem nas imagens.


Nota: Algumas informações como por exemplo as datas foram retirados do site da wikipédia.

10 comentários:

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

Menphis_Child disse...

Também não aprecio muito estas duas personagens. São muitos " fascistas", ou melhor são caras de um sistema, quase propaganda ( um deles é mesmo propaganda ).

_Loot_ disse...

Rodrigo: Obrigado e sim vou dar uma vista de olhos, a minha última experiência em fazer uma camiseta personalizada não correu muito bem pode ser que aprenda alguma coisa.


Menphis: Lembro-me que sempre gozava com o Capitão América (perdoem-me os fãs dele, mas nunca gostei dele), e pensava é impossível existir um super herói mais ridículo...e depois descobri o uncle sam, cuja pouca coisa que li só me deu vontade de rir, mas rir pelas razões erradas.
O estranho é ter sido criado por Will Einsner (a versão BD), faz-me pensar se haverá uma outra razão na sua criação que eu não esteja a ver, mas é bem provável que não.

Mas concordo que são propaganda, o que me lembra existe o Captain Britain, que curiosamente é mais forte que o America, como é que eles deixaram isso passar eheh.

Anónimo disse...

Eu sinceramente não percebo rigorosamente nada de BD..para mim (peço desculpa se vou 'insultar' alguém) BD é o Tio Patinhas e pouco mais!!! Mas só pelo autor do blog ser quem é..acho que merecia um cometário...

Amigo loot...o amigo que tanto aturou..com os gostos mais estranhos para a música (ai..os 'A' Perfect Circle)...as suas discussões filosóficas acerca de xerife de Nottingham e do Cristovão Colombo..com outra figura mítica das nossas vidas..ou até mesmo as suas brilhantes conclusões de como os 'seus' super-heróis haviam sido criados por técnicas laboratoriais que acabavamos por estudar!!
Só por seres um dos 3 magníficos..e teres aturado o que aturaste...aí o Brometo de Etídeo (essa foi muito má...que menino!), por teres aguentado o que aguentaste..tanto disparate junto..tanta parvoíce concentrada em apenas 2 pequenos cérebros..um MUITO OBRIGADO por teres tornado a nossa vida tão interessante!!!

Bjs Grandes

PS - Temos que marcar a tua pequena cirurgia no British ;)

_Loot_ disse...

Bem vinda Cristina :)

Antes de mais, para quem não sabe, o Brometo de Etídeo é altamente cancerígeno e por isso é que não achava muita piada a que brincasses com ele no laboratório.

Senhora Cristina muito obrigado pelas palavras, emocionaste-me. Nós que tivemos um amor platónico tão forte, nunca nos vamos esquecer destes belos anos em que tanto nos rimos e tanto sofremos.

Boa sorte com o teu projecto em Inglaterra e volta sempre.

Beijos

PS - Essa cirurgia nunca vai acontecer :P

Anónimo disse...

Ja eu fui fa do Cap durante a saga do Capitão do Gruenwald,ela mostrou porque o Cap é o Cap. :)
Quanto ao Tio Sam numca li de interessante e não percebo qual é a sua importancia no DC UNIVERSE.

Abracos
Grimlock

_Loot_ disse...

Como nunca gostei do Cap, acabei por nunca ler muita coisa dele, por isso o meu conhecimento é pequeno sobre as suas estórias, mesmo quando lia avengers sempre achei muita mais piada ao Black Panther do que a ele.

Eu acho que o Uncle Sam, não é muito importante na DC, mas que nos grandes eventos ele aparece sempre, lá isso aparece (mas também aparecem todos).
Cá para mim já que compraram os seus direitos devem achar necessário por esse dinheiro a render, mas será que rende?

Abraço

Anónimo disse...

Não deve render porque ele não tem relevancia no universo dc,so aparece para dar apoio moral como deu ao Rapina no seu comic mensal,durante a decada de 80.
Ja o Cap tem relevancia no universo marvel,por ser lider dos Vingadores,e é preciso não esquecer que apesar do nome,ele não é um lambe botas do governo americano,e foi por esse motivo que por ja abandomou essa indentidade 2 vezes,na 1a assumiu a identidade de Nomade e na 2a de Capitão/Gruenwald,porque ele representa o sonho de liberdade.Ou acham que foi por acasao que o Jonh Walker/Jack Daniels,actual Agente Americano,assumiu o manto do Capitão.

Abracos
Grimlock

_Loot_ disse...

O que voltou a acontecer na saga "Civil War" em que o Cap seguiu um rumo diferente ao do governo, opondo-se a ele.
O Cap representa os ideais Americanos e não os ideias do Governo, que curiosamente deviam ser os mesmos.

Abraço

Anónimo disse...

o captão america é o simbolo heroico do patriotismo americano. eu nunca fui muito fã dele mas também não repudiu o personagem. gostei da fase final dele quando a revista do capitão america era em formato pequeno. agora existe um novo capitão que é o antigo parceiro dele o bucky, que está nos novos vingadores. o tio sam é um simbolo conhecido por todos e gosto de terem trazido esse personagem de volta junto com os combatentes da liberdade.