quinta-feira, dezembro 23, 2010

Torneio de Personagens de BD Norte-Americana - Grupo VII

Calvin

O nome Bill Waterson ficou para sempre associado ao dos grandes humoristas na BD graças ao seu trabalho desenvolvido em "Calvin & Hobbes".
Calvin, cujo nome vem do teólogo John Calvin, tem apenas 6 anos mas em certos assuntos está muito avançado na sua ideia além de ser dotado de uma imaginação invejável e que o transporta para os locais mais exóticos, culminando na criação de Hobbes um peluche de um tigre que se torna o seu companheiro de aventuras e melhor amigo.
Claro que Calvin não deixa de ser uma criança e é esse lado infantil misturado com o seu lado mais adulto que o tornam uma das personagens mais fascinantes deste género. Adulto no sentido em que Calvin possui uma inteligência e cultura muito acima dos da sua idade, apesar de ser uma nódoa na escola (os grandes génios costumavam ser) usando muitas vezes a sua inteligência e humor para criticar e tentar subverter o sistema escolar.
O desenho e texto foram sempre e na sua totalidade da autoria de Bill Waterson.







Storm


Foi criada por Len Wein e Dave Cockrum é uma das primeiras grandes super-heroínas da Marvel. Os X-Men na altura em que surgiram destacavam-se por várias razões, os seus membros nem sempre lidavam bem com os seus poderes, o Beast tornou-se num monstro azul, o Cyclops teve um problema biológico que o impedia de controlar o seu poder, A Rogue também nunca o conseguiu controlar. Havia aqui um lado muito humano nestas personagens que tal como nós também falham e também são imperfeitas, a Storm por exemplo tinha o fantástico poder de controlar o tempo mas se a fechassem num espaço pequeno perdia as estribeiras, pois sofre de claustrofobia.
Outro aspecto muito importante deste grupo é que a certa altura começou a dar muito destaque às mulheres. Neste mundo dos super-heróis o homem era sempre priveligiado mas aqui começavam a surgir mulheres com uma personalidade muito forte e vincada e Storm foi sem dúvida uma das mais importantes mulheres a passar por este grupo de mutante.
A sua mãe era uma princesa no Quénia mas mudou-se para Harlem na América por amor. Quando regressam a África, desta vez ao Egipto, são violentamente atacadas e a sua mãe perde a vida enquanto ela fica enterrada pelos destroços resultantes do ataque, é aqui que desenvolve o seu pãnico por espaços fechados. Depois acaba por sobreviver como ladra até ser encontrada pelo professor Xavier.
O seu nome é Oronro Monroe, já foi a 2º no comando dos X-Men, já foi a líder dos Morlocks e hoje é Ororo T'Challa, esposa de Black Panther e rainha de Wakanda.





Constantine

John Constantine é o protagonista de “Hellblazer” a mais famosa série de BD da Vertigo. Esta personagem foi criada por Alan Moore em 1985 no número 37 de “Swamp Thing”. Um aspecto engraçado é a sua semelhança com o músico Sting, característica que se deve ao facto de Stephen R. Bissette e John Totleben serem grandes fãs de The Police e os responsáveis pela criação da sua imagem na altura.
Constantine é uma espécie de mago do oculto moderno, sempre de cigarro na boca, desenrascado e claro extremamente convencido e mal-educado. Com tantas qualidades não é de estranhar que tenha conquistado a atenção de muitos e cedo se tornou evidente que era uma personagem com estofo para ter o seu próprio título, o que aconteceu eventualmente em 1988 o ano em que “Hellblazer” nasceu.
Um bom livro para ter uma ideia do tipo de histórias que fazem parte desta série é o "Ruas de Londres" pois trata-se de uma compilação que reúne vários tipos de histórias diferentes deste senhor. Desde Neil Gaiman a Warren Ellis e Garth Ennis e claro Jaimie Delano o primeiro a escrever Hellblazer.
Existe um filme onde usaram o nome da personagem como título e este é interpretado por Keanu Reeves. O filme foi muito rapidamente esquecido e percebe-se porquê, falta-lhe o charme e carisma das histórias da BD.
Uma das histórias citadas como influência na construção do filme foi "All His Engines" de Mike Carey e Leonardo Manco. Nela Constantine viaja até à América, os criadores do filme devem ter gostado tanto da ideia que eliminaram o facto de ele ser inglês.





Sir William Gull



Neste caso vou começar por fazer referência ao filme "From Hell" protagonizado por Johnny Depp e que consiste na adaptação da BD do mesmo nome que desenvolve a história de um dos maiores assassino em série da História, o infame Jack o Estripador.
Não acho o filme seja mau, o problema é que acaba por não ser bom também. Comecei por falar dele antes da BD por causa da sua abordagem à história, bastante diferente da do livro, criando um mistério que só será descoberto no final. No livro este mistério não existe, mas se alguém tiver intenções em ver o filme primeiro não avance mais neste texto.

"From Hell" é da autoria de Alan Moore e Eddie Campbell. Como já referi é um livro que se debruça sobre a história do Jack o Estripador, cuja identidade nunca foi descoberta na realidade.
Após os homícidos de Whitechapel, muito se especulou sobre a identidade de Jack e uma panóplia de suspeitos foi sendo criada desde aí. Muitos estudiosos analisaram minuciosamente vários detalhes e procuraram descobrir a veracidade de outros tantos rumores.
Alan Moore e Ed Campbell mergulharam a fundo na História a fim de conseguir criar com o maior sentimento possível de genuinidade a história deste mítico assassino, mostrando o homem que era e o porquê das suas acções. Moore acabaria por pegar na premissa de Stephen Knight que associa Jack a Sir William Gull.
Ao contrário do filme, no livro sabemos logo a início que Gull vai ser o Estripador, tal não pretende ser motivo de suspense, porque a premissa em si não é nova e porque a ideia é contar a história de Jack, mostrar como tudo começou e acabou, algo que o filme nos priva e algo que é um dos melhores aspectos desta terrífica história.
Todo o 2º capítulo, por exemplo, é dedicado a Gull mostrando-nos o seu percurso desde a infância até se ter tornado num conceituado médico e membro da maçonaria. É através dos maçons que Gull irá servir directamente a rainha Victoria de Inglaterra, facto que mudará para sempre a sua vida.
"From Hell" é o livro que estou a ler neste momento, e ou o final vai estragar tudo (o que dificilmente acontecerá) ou estou perante uma das maiores obras que li na vida, cada capítulo é magistral com um pormenor e detalhe como só Moore sabe escrever.
Sir William Gull é assim a outra personagem que foi baseada em alguém real. Neste caso por muito que os autores tenham pesquisado (e fizeram-no), este Gull será sempre em termos de personalidade uma personagem de ficção criada a partir de toda a informação que se recolheu e especulou sobre ele.
Mas fica prometido que falarei deste livro no blog.





Red Sonja

Da autoria de Roy Thomas e Barry Windsor-Smith, Red Sonja é uma guerreira destemida que teve a sua primeira aparição no comic da Marvel de Conan The Barbarian. O que me lembra que achei curioso Red Sonja estar nomeada e Conan não (chegou a ser mas depois foi trocado).
Aos 17 anos viu a sua família inteira ser chacinada e como se não bastasse foi violada compulsivamente pelos mesmos guerreiros. Jurando vingança, a deusa Scáthach manifestou-se e concedeu-lhe a mestria no manejo de armas mas com a condição de ela apenas ter sexo com homens que foram capazes de a derrotar (não vale atirar as armas ao chão).
A partir daqui seria uma questão de tempo até conquistar o título de mulher mais temível e bela de Hyrkania.
A personagem foi baseada na Red Sonya of Rogatino de "The Shadow of the Vulture" uma história da autoria de Robert E. Howard.
Posteriormente uma das suas descendentes irá utilizar o seu nome, sobre ela também há aventuras em BD.
Red Sonja foi talvez a primeira guerreira a utilizar os belos biquínis de cota de malha, a armadura que só protege as zonas mais importantes.
Existe um filme de 1982 sobre Red Sonja que conta com a participação de Arnold Schwarzenegger, que volta a interpretar pela 3º vez Conan.
Muito se tem falado sobre uma nova adaptação mas que se tem adiado. As últimas notícias que tenho é que sairá em 2011 e contará com Rose McGowan no papel de Red Sonja.

5 comentários:

Anita disse...

Go Calvin, go, go g :D

Loot disse...

este grupo está no papo ;)

CINE31 disse...

A Storm electrifica todos!

Loot disse...

Se andares à porrada ganha ela ganha :)

Loot disse...

correcção: Se andarem à porrada ganha ela ganha :)