domingo, dezembro 19, 2010

Torneio de Personagens de BD Norte-Americana - Grupo IV

Elijha Snow

Snow é membro da organização que dá pelo nome de "Planetary", organização esta que dá nome à BD em questão.
"Planetary" é daquelas que está na lista, mas infelizmente ainda não foi adquirida. Para a querer ler não foi preciso conhecer nada mais do que o nome do escritor: Warren Ellis. Este senhor juntamente com Garth Ennis é uma espécie de cavaleiro do Apocalipse da BD, absolutamente delirante.
Mas voltando a "Planetary", este grupo auto-intitula-se como um grupo de "Arqueólogos do impossível". Que têm por objectivo descobrir os maiores segredos da História, quiçá uma espécide de Indiana Jones' com super-poderes.
Como já deu para perceber Snow é um dos membros desta equipa. Um homem misterioso com um passado desconhecido pela maioria. Sabe-se, no entanto, que faz parte de um grupo de pessoas que nasceram todas ao mesmo tempo e que por alguma razão são especiais. Ellis iria, mais tarde, explorar novamente esta premissa na BD "Freakangels" que pode ser lida online aqui.
Gosto muito do poder desta personagem, pois sempre foi um dos que mais agradou. Ele tem a capacidade de baixar a temperatura/absorver o calor, congelando tudo à sua volta. Além disso tem um grande estilo a fazê-lo como por exemplo quando congela os fluídos no cérebro de alguém.




Snow White




Parece que temos os dois Snow's a combater logo no início. Snow White é uma das personagens principais da BD "Fables", de Bill Willingham, que conta as aventuras de inúmeras personagens de fábulas e contos de fadas, tão bem conhecidas por nós todos, tais como esta branca de neve, mas também o lobo mau, ou a bela e o monstro, entre muitas mais.
Acho a ideia desta saga muito engraçada e cativante e mereço um par de estalos por ainda não a ter lido. Mas isto com o tempo vai lá. Por acaso já tenho um livro na estante o
"1001 Nights of Snowfall" que não li porque ainda não tinha o primeiro volume, mas pelo que percebi agora, esta história decorre antes, por isso já posso ir devorá-lo.
A história de Snow White nesta saga é inspirada no bem conhecido "Branca de Neve e os Sete Anões", mas também em "Branca de Neve e Rosa Vermelha".
Imortal, descrita como inteligente, sarcástica e por vezes "Fria", mantém uma relação amorosa com, Bigby que é, nada mais nada menos, do que o clássico Lobo Mau que aqui tem o poder de se tranformar em humano, uma espécie de lobisomem ao contrário.
Para terminar deixo o desenho que a Tara Mcpherson me fez no já mencionado "1001 Nights of Snowfall". Não é a Snow White mas é "Fables":





Blue Beetle



Ainda bem que escolheram o Ted Kord, pois foram pelo menos 3 personagens a usar o manto de "Blue Beetle" até agora. Digo ainda bem porque do Ted já tenho um texto que escrevi quando o comparei ao "Nite Owl II" de "Watchmen", pois é de Ted que este bebe influências. Podem ver o texto aqui, também faço uma curta menção aos outros Beetles.
Ao contrário do seu antecessor, Theodore "Ted" Kord não tem qualquer tipo de poderes como Blue Beetle, mas compensa essa falta com a sua acrobacia e génio. Psicologicamente e na forma como luta este herói recorda-nos por vezes o Spiderman, algo que não é de estranhar quando sabemos que o seu criador, Steve Ditko foi também o co-criador do aranhiço. Esta personagem pertencia inicialmente à editora, Charlton Comics que acabaria por ser adquirida pela DC Comics em 1985. De forma a introduzir os personagens da antiga editora no seu Universo, a DC aproveitou o seu mega evento "Crisis on Infinite Earths". O futuro deste Blue Beetle na nova editora seria maioritariamente passado, na "Liga da Justiça", o grupo de super heróis ao qual viria a aliar-se. Um dos momentos mais críticos da sua carreira foi durante a BD "Death Of Superman", onde quase perde a vida ao lutar contra o terrífico Doomsday. Ao recuperar do coma em que havia sido deixado, Ted consegue assim assegurar mais uns bons anos de vida na BD, mas o dia da sua morte era iminente e acabaria por acontecer na saga "Countdown to Infinite Crisis" durante a qual é capturado e executado, enquanto tentava desvendar informações sobre a organização de Maxwell Lord. O seu melhor amigo, Booster Gold juntamente com outros heróis, consegue viajar atrás no tempo para salvar Ted, no entanto este não concorda com a decisão e viaja novamente no tempo para se certificar que morre.





Snoopy


O Snoopy é um dos personagens que faz parte das tiras cómicas "Peanuts" da autoria de Charles M. Schulz e teve a sua primeira aparição em 1950.
Foi das personagens que mais evoluiu ao longo das tiras e é hoje em dia a "cara" de "Peanuts". Quantas pessoas existem que não fazem ideia do que é "Peanuts"? mas se dissermos o nome de Snoopy, pára logo tudo! porque todos sabem quem ele é e até usam o seu nome para apelidar estas tiras.
Quase que foi apelidado de "Sniffy", mas como o nome já estava a ser usado em outra personagem acabou por ficar "Snoopy" esse nome que é hoje em dia sinónimo de estilo e pinta. Afinal de contas haverá cão com mais estilo que Snoopy? que dorme em cima do telhado da sua casota e convive com humanos com mais pinta que os próprios, o que lhe valeu a alcunha de "Joe Cool"? Bem me parecia, Snoopy é o maior.
Snoopy é tambem um estrondoso jogador de Baseball que ofusca qualquer um na equipa do seu dono Charlie Brown.
Ele tem tantas qualidades, tantos alter-egos de sucesso que uma pessoa questiona-se se há algo que que ele não é capaz? E muito provavelmente, a resposta é um enorme NÃO!








Spawn


Estava à espera que esta personagem fosse dos primeiros a ser nomeado, mas quase que não entrou na competição, foi mesmo das últimas a ser nomeada.
Na altura em que saiu foi a loucura, Todd Mcfarlane tinha saído da Marvel e criado a Image lançando "Spawn" um super-herói saído dos confis do inferno e que rapidamente conquistou um enorme leque de fãs. Hoje em dia é capaz de ter caído mais no esquecimento, pois verdade seja dita, já não ouço falar tanto dele.
Albert "Al" Francis Simmons era membro de uma unidade especial do CIA e uma máquina de matar. Durante uma missão no Botswana foi assassinado às ordens do seu director, um safado de um traidor. Como Simmons não se portava bem não recebia prendas do Pai Natal e acabou mesmo por ir para o inferno quando morreu.
A fim de regressar para a sua mulher e filhos faz um acordo com o diabo. Neste acordo Simmons regressaria como um HellSpawn com a missão de matar os melhores criminosos do mundo, pois o inferno estava a preparar-se para uma guerra e precisava de bons homens na sua equipa.
Claro que estamos a falar do diabo e por isso apesar de ele cumprir o acordo e trazer de volta Simmos, apaga-lhe também parte da memória e ressuscita-o num corpo diferente e desfigurado. Além disso quando Simmons usa os seus poderes mágicos para se tornar humano só consegue assumir a forma de um loiraço branco, algo que o diabo fez para gozar com ele, tendo sido Simmons negro, quando vivo.
Uma questão importante é que se ele esgotar os seus poderes mágicos o diabo fica-lhe com a alma.
Mcfarlane deve ter gostado muito da ideia por detrás de Venom (foi seu co-criador), mais especificamente do fato alienigena com vida, pois Spawn possui também um fato vivo, um fato infernal que contém grande poder e é visualmente estonteante.
Existe também um filme do herói num estilo de série B e que acho que vale a pena espreitar, nem que seja para ver John Leguizamo a interpretar o Violator, o primeiro grande inimigo de Simmons. Mas bom bom é mesmo a banda sonora deste filme, que junta bandas de rock com de electrónica, resultando em algumas verdadeiras maravilhas (Morphine & Apollo Four Forty; Marilyn Manson & The Sneaker Pimps; Silverchair & Vitro).
Deixo aqui a primeira imagem que me marcou em Spawn. É a última página do seu primeiro arco. É sobre o primeiro homem que ele mata como Spawn, um pedófilo que usava uma carrinha de gelados para atrair as crianças. Não vemos como ele é apanhado nem morto, e não precisamos, esta página apenas mostra o cadáver a ser encontrado pela polícia e diz tudo o que precisamos saber, um momento fantástico:


10 comentários:

Snow White disse...

Snow vs Snow :D

Mas o Snoopy leva a vantagem. Sinto-me enganada pelo mundo =P

Pois é, pega em fables, vale mesmo muito a pena.

E já agora, Planetary é a minha BD favorita de sempre (a aquisição do tão esperado último fascículo foi dos pontos altos da minha vida) :)

Loot disse...

Mas o Snoopy é grande também e foi no que eu votei :P

Mas são personagens completamente diferentes.

Planetary estava à espera de terminar algumas colecções como a do Lucifer. Já li foi Autority mas pelo que li parace que Planetary é melhor.

Fables vou já começar por aquele livro que mencionei :)

ArmPauloFer disse...

O meu apoio foi todo para o Spawn neste grupo, que conheci pelo filme e que tem a magnifica banda-sonora.
Spawn é uma personagem mesmo potente e a vestimenta viva (a capa principalmente) é algo impressionante.

O Snoopy é mitico apesar de nunca o ter levado muito a sério, foi sempre totalmente popular.

Os restantes desconheço...

Loot disse...

A vestimenta do Spawn é mesmo impressionante, já o era como fato normal no inicio mas depois quando se torna uma entidade, com aquela capa gigantesca é qualquer coisa.

Nota-se pelo texto que é dos que conheço melhor neste grupo, os dois primeiros também nunca os li.

Mas o Snoopy merece a popularidade, ainda me lembro de ver os desenhos animados quando miúdo do Charlie Brown.

Abraço

tadeu disse...

interessante este "blue bettle". morre, viajam no tempo para o salvar e não concorda, certificando-se depois que realmente morreu...o personagem estava em queda?
vi uns testes para possível programa de tv.
como de "dc" sei menos do que "marvel", só este ano ouvi falar desta figura.
o todd mcfarlane não deve ser pêra fácil de aturar. esta sempre nos tribunais, etc e tal.
vibrei com "spawn" no início, mas tirando a vontade de ver outro filme baseado na bd, mcfarlane deve ter ido parar ao inferno.
a saga "fables" marca a estreia de desenhadores portugueses na marvel, salvo o erro, tendo mesmo sido premiada, mas comi queijo hoje...não recordo e jogo sujo usar o google(depois procuro)
curioso ver na votação que yorick brow só tenha um voto.
de "y:the last man" dizem maravilhas, pensava que ganhasse mais uns pontitos.
bem, estou a adorar este torneio :)

Loot disse...

O beetle é um tipo porreiro e não queria arriscar a mexer com a linha temporal, já se sabe que muito pode acontecer quando mudamos algo no tempo. Mas sim o personagem não morreria se houvesse planos maiores para ele.

Spawn também fui deixando com o tempo, no inicio entusiasmou-me muito e comprei a compilação que reúne as histórias dele escritas pelo Alan Moore que valem a pena :)
O Macfarlane não parece ter muitos amigos não :P

Quanto aos portugueses não foi em Fables que eles se estrearam. Fables é da Vertigo (DC comics). Mas a confusão é normal porque os portugueses quando desenharam para a Marvel foi na saga "Fairy Tales" dos Avengers. Aliás O Ricardo Tércio já tinha participado no Spider-Man Fairy Tales, mas foi no dos Avengers que ele, O João Lemos e o Nuno Plati trabalharam.

O Yorick Brown calhou no grupo do Batman e isso tramou-o, nunca teve hipótese :S

Abraço

CINE31 disse...

Ted Kord!! Adorava a fase da Liga da Justiça com o Blue Beetle e o Gladiador Dourado, uma grande dupla das BDs!

Loot disse...

Estou quase a chegar ao Booster Gold :P

Ele e o Ted eram amigos inseparáveis, era vê-lo a sofrer quando o Ted estava em coma, e agora está sozinho, já não há dupla :(
Ainda o voltei a ler na saga 51, ao menos tinha o seu robot futurista como companhia.

CINE31 disse...

O Booster e o Skeets também são uma boa dupla, mas adoro história como aquela em que o Booster o Beetle abrem um Club JLI numa ilha viva (paródia da ilha viva dos X-Men, Krakoa) e outras sacanisses dessas :-D

tadeu disse...

hombre,
obrigado pela info :)
"fairy tales"...exactomondo! :)