sexta-feira, novembro 21, 2008

The Wrestler - Trailer

Isto de estar a colocar só trailers é um bocado aborrecido, mas quando se trata de um filme da autoria de Darren Aronofsky não tenho escolha é obrigatório divulgá-lo
Este filme tem recebido os mais rasgados elogios e é o famoso regresso do colosso que dá pelo nome de Mickey Rourke.
Mais uma vez Aronofksy escolhe Clint Mansell para tratar da banda sonora. Desde "Pi" que estes dois trabalham juntos parece que em equipa vencedora não se mexe.
Cliquem na imagem para ver o trailer.
Já agora mais alguém está extremamente curioso em ver o que este realizador vai fazer na nova adaptação de "Robocop" ao cinema?

14 comentários:

Fernando Ribeiro disse...

Certamente que está aqui um grande filme como Aronofsky já nos habituou muito bem. E sim, bastante curioso quanto à nova adptação de 'Robocop'. Mas é Aronofsky e tenho plena confiança no seu trabalho.

Abraço

QUEIROZ disse...

O novo Robocop é uma continuação ou uma versão do clássico? Se for uma versão do cla´ssico, acho que não vou sentir vontade de ver.

QUEIROZ disse...

Porque o clássico marcou minha vida. E adoro o filme antigo, e creio que Robocop não é 007 e Batman para ficar sendo revisitado.

Dan disse...

Muito curioso em relação a este filme "The Wrestler"....

Provavelmente este é o primeiro filme que é um verdadeiro candidato aos Óscares, ou seja, sai nesta altura do ano em que surgem os grandes candidatos...

Vou esperar calmamente para ver o que daqui sai

Grande abraço!!

Menphis disse...

O que acontece ao Mickey Rourke ? Ele fez um peeling como a Lili Caneças só que resultou mal ? :) Mas, até que fiquei muito curioso, e adorei a canção do Boss no trailer .

Quanto ao Robocop, por acaso até estou curioso, foi um file que marcou quem foi adolescente nos anos 90.

Gonçalo Trindade disse...

Isto vai ser bom, vai... Aronofsky, Rourke... e uma música do Bruce Springsteen! :D Quero mesmo ver o raio do filme.

Anita :) disse...

mais um para o qual estou com elevadas expectativas!!!não, sabia essa do robocop...que bom:)

beijinho e, uma semana bem simpática!!

ps: já acabei a season 1 do carnivale!!!excelente sequência final com aquele discurso como pano de fundo...agora diz-me lá uma coisa..a Sophie não morre pois não???vá, não digas...já estou a "sacar" a segunda:))

*

looT disse...

Fernando: considero Aronofsky um dos grandes prodígios dos jovens realizadores de hoje e tenho plena confiança nas suas capacidades :)

Queiroz: Penso que será uma nova versão e sim muito provavelmente modernizada é o que faz mais sentido talvez com um robocop que se mexa mais rápido :P

Dan: E depois ele ainda vai fazer o "The Fighter" que parece algo similar na ideia. Estranho ele ter pegado em dois projectos com ideias tão próximas, mas vindo dele deve ser bom de certeza.

Menphis: Se calhar já o tinhas visto e nem tinhas reparado nas diferenças, porque o Rourke tem andado por aí, viste por exemplo o "Once upon a time in mexico"?
Aquilo no Sin City não era tudo maquilhagem, mas lá que ele ficou igual ao Marv ficou.
Quanto ao que lhe aconteceu não sei, penso que a idade e as drogas.

Gonçalo: Já sei que partilhas o meu entusiasmo com Aronofsky :)
E sim a música que foi composta de propósito para este filme.

Anita: ehehe ainda bme que gostaste :)
O final é magistral. é a aceitação tanto do Bem como do Padre daquilo que os dois realmente são.
Quando à Sophie não digo nada, apenas que depois do último episódio da 2º season tudo o que foi dito neste que acabaste de ver fará completo sentido :P
Eu apanhei-no novamente na sic radical e de facto tudo se desenrola perfeitamente. é uma grande série :D

Menphis disse...

Não vi o " Once upon a time in Mexico" :) deve ser a idade, um dia haveremos lá chegar. Se bem, com melhor aspecto, espero :)

Anita :) disse...

ora, vamos lá aos comentários semanais ehehehe:

TrueBlood: que final de temporada hein???vês...acertaste no assassino e, tudo:))que por sinal, é o mesmo do livro!!gostei bastante...deu várias respostas, teve excelentes momentos (principalmente a cena do bill à luz do dia) e, dexou imensas questões para a próxima temporada!!resumindo, foi um final em grande!!

Heroes: confesso que esperava um epi repleto de acção e, ao invés foi mais blá, blá blá mas, foi agradavelmente surpreendida!!!gostei muito, deu para ver um outro lado das personagens e, aprofundá-las um pouco melhor!!
Além do mais, estou a pensar em iniciar uma petição para o peter perder as habilidades para sempre!!!ele fica tão inteligente sem eles:))e, o próximo é que promete do caneco....poor sylar:))

beijinho

Fifeco disse...

Vi o trailer e, honestamente, não sei bem que pensar. A interpretação de Rourke faz me lembrar, a uma larga escala, aquela que caracterizava Stallone aquando de Rocky. Espero que não seja uma cópia chapada desse clássico.

Abraço

Izzi disse...

Pelo que conheço de Aronofsky, duvido que seja cópia chapada do que quer que seja...Estou a ficar cada mais ansiosa para ver este filme :)

Athena disse...

Apesar deste filme me parecer muito diferente a vários níveis do "Requiem for a dream" e, principalmente, do "The fountain" e o tema do wrestling não me cativar muito, o Aronofsky é o... Aronofsky. Por isso, também estou bastante ansiosa para ver este filme e ouvir a sua banda sonora.

looT disse...

Menphis: O estilo de vida também contribui para um melhor ou pior envelhecimento e no caso do Rourke houve ali muita alucinação.

Anita: Pois foi :P Se bem que como te disse pensei que só o revelassem mesmo no último e eles já apontaram forte e feio para ele no penúltimo episódio que me fez duvidar :P
A cena do Bill já tinha visto no Vampire Hunter D o amor de um vampiro ser tão grande que ele se sacrifica caminhando à luz do dia, muito romântico :)
Epá e o Lafayette coitado sim eu acho que ele morreu e tenho pena era uma grande figura. Ah e nãoa cho que foi o Bill mas antes algo a ver com o político que ele ameaçou.

Quanto a Heroes também estava à espera de mais acção depois de terem salientado os dois lados mas sim teve bons momentos, gostei de ver o Sylar a perder sem os poderes, estes tipos tornam-se muito dependentes dos poderes e depois quando os perdem não estão treinados :P
Ah e espero que a Kristen Bell não leve um tiro na carola :P

bjs


Fifeco: É impossível não recordar do Rocky pois o tema é similar. Neste caso é a fase final de carreira do lutador. Mas certamente não será uma cópia, ou assime spero :P

Izzi: O Aronofsky é um dos grandes dúvido que vá desiludir :P

Athena: Mas eu gosto disso que não tenha nada a ver com os outros, que ele explore outros géneros cinematográficos e que cresça ainda mais. E não sendo também fã de wrestling acho que isso não vai pesar neste caso :P
Já agora ele vai pegar também na história de um Boxer em "The Fighter" com Mark Wahlberg e supostamente o Brad Pitt (mas já há rumores que este saiu).
Ah e a banda sonora acredito que seja mais uma pérola vinda de quem vem :D
bjs