quarta-feira, novembro 05, 2008

Top 25 Vilões Masculinos no Cinema - Parte3


10 - Jack Torrance (The Shining)


Se a ideia de estar isolado num grande hotel na presença de um maníaco já é só por si assustadora, então não quero nem imaginar como seria se essa pessoa fosse o meu pai ou a minha mulher.
O hotel em questão está longe de ser um edifício comum, tendo sido construído por cima de um cemitério Índio, apresentava já antes da família Torrance, um passado coberto em sangue.
Com o passar do tempo a influência deste hotel foi cada vez maior em Jack Torrance e pouco a pouco ele foi caminhando para a sua loucura acabando por se virar contra a sua própria família tentando matá-la.
Eu já acho que Jack Nicholson tem um ar extremamente alucinado no seu estado normal quanto mais quando representa psicopatas.
É um actor fabuloso que tem um jeito natural para interpretar a demência. Já tinha sido referido na lista pelo seu "Joker" e agora volta-o a ser por este "Jack Torrance" porque sem dúvida alguma as suas interpretações são memoráveis.


9 - Anton Chigurh (No Country For Old Men)

Já tinha dito o quanto adoro um bom Hitman e Javier Bardem elevou a fasquia muito alto com este Anton Chigurh.
Temos aqui um excelente profissional no que toca à arte de matar mas com um leque de características bastante invulgares que tornam o seu personagem ainda mais interessante.
Estamos perante um individuo realmente intimidador que há semelhança de um Two-Face traz sempre consigo uma moeda que utiliza em algumas ocasiões para decidir sobre a vida de uma pessoa. Esta moeda é responsável por uma das mais intensas cenas do filme, a que se desenrola na loja de conveniência, uma das melhores na minha opinião.
Depois há aquele pormenor fantástico de estarmos perante um feroz assassino que tem um particular cuidado em não deixar sujar as suas botas com sangue.
Por fim ainda temos o seu peculiar código de moral, se não reparem no facto de no final do filme ele ter ido de propósito assassinar a mulher de Llewelyn Moss apenas porque tinha prometido que o faria, caso Moss não se entregasse. A pobre rapariga não constituía qualquer perigo e o seu marido já tinha sido morto por Chigurh mas como este foi apanhado ao invés de se ter entregue, Chigurh achou que tinha de cumprir a promessa na mesma.
Bardem interpreta este assassino na perfeição. O seu olhar corta-nos como uma navalha e a sua expressão facial "orgásmica" quando o vemos matar pela primeira vez mostra-nos que não há margem para dúvidas, estamos perante um dos assassinos mais perturbantes do Cinema.


8 - Amon Goeth (Schindler's List)


Este é o primeiro vilão desta lista que existiu na realidade. Ralph Fiennes fez um retrato impressionante deste oficial Nazi.
Goeth comandava campos de concentração com uma frieza arrepiante. Ele acreditava verdadeiramente no lixo que representa o Nazismo. Matava judeus como quem troca de camisa e era capaz de fazê-lo tão rápido como um piscar de olhos.
Uma das características mais interessantes no personagem foi o facto de se ter apaixonado pela sua empregada judia. Estamos perante um homem que despreza violentamente os judeus e que acaba por se apaixonar precisamente por um membro do povo que ele tanto odeia o que lhe causava um enorme sofrimento. Isto tem quase um sabor a "justiça poética" mas justiça era algo que existia raramente naquela época tão terrível.
Um das cenas que melhor recordo em relação a este personagem é aquela em que Schindler tenta convencer Goeth a ser mais misericordioso e a aprender a perdoar. Goeth tenta isso com um dos seus escravos mas rapidamente muda de ideias e dispara contra ele da sua varanda. Sim Goeth é o tipo de homem que é capaz de se levantar de manha, ir até à sua varanda, e se lhe apetecer matar alguns judeus.
É um vilão terrífico e uma presença obrigatória nesta lista.


7 - Alex DeLarge (A Clockwork Orange)

Sexo, drogas e Lludwig Van. Sim porque Alex trata sempre este compositor pelo primeiro nome e nunca por Beethoven.
Nunca vi um filme mau, aliás mediano de Stanley Kubrick. Todos os filmes que tive a oportunidade e o prazer de ver, realizados por este grande senhor da sétima arte são de uma elevada qualidade e "A Clockwork Orange" além de ter sido um dos meus primeiros é um dos meus predilectos também.
Alex é um criminoso capaz de tudo. Para ele não existem limites no que toca à violência, tanto é capaz de espancar um velho mendigo deitado na rua como de violar uma mulher enquanto canta "I´m Singing in the Rain" e espanca o marido ao mesmo tempo. São estas peculiaridades que tornam o personagem icónico, até as drogas que consome estão dissolvidas no seu copo de leitinho.
Este amante da ultra-violência é tão alucinado que quando se encontra em "reabilitação" a ler sobre a vida de Cristo na bíblia a primeira coisa que lhe preenche a imaginação é a imagem dele no lugar do Romano que se encontra a chicotear Jesus. Parece que "dar a outra face" não é para este menino.


6 - Frank Booth (Blue Velvet)

Já percebi que alguns dos personagens mais doentios têm uma muito perturbadora panca com as suas mães. Falei disto na altura em que abordei Norman Bates e agora volto a fazê-lo com Frank Booth.
Frank Booth raptou o marido e filho de Dorothy Vallens para obrigá-la a efectuar serviços sexuais para ele. Como se isto não bastasse, os desejos de Frank são no mínimo doentios, ele profere frases como "Oh Mommy!" e "Baby wants to fuck! Baby wants to fuck Blue Velvet!" enquanto se prepara para a violar. E faz tudo isto enquanto inala Nitrato de Amilo com o objectivo de aumentar a sua intensidade sexual. Inicialmente Lynch queria que Frank estivesse a inalar hélio o que tornaria a cena ainda mais sinistra. Isto sim são cenas que realmente me perturbam.
Frank é realmente um dos personagens mais dementes do Cinema, o seu papel foi recusado por alguns actores porque consideravam o personagem demasiado repulsivo. Por outro lado Dennys Hopper adorou o personagem e segundo dizem exclamou que tinha de o interpretar porque ele era o Frank. Sendo uma hipérbole ou não e esperemos que sim Dennys Hopper foi de facto o homem perfeito para encarnar Frank Booth, disso não há dúvidas.


5 - Don Michael Corleone (The Godfather: Part II)

A saga da "Guerra das Estrelas" faz-me em parte lembrar a saga de o "Padrinho", uma vez que ambas abordam a ascensão de um herói e a sua queda. Apesar de serem personagens e filmes completamente diferentes tanto Anakin Skywalker como Michael Corleone apresentam algumas semelhanças entre eles. Ambos começaram por ser heróis que acabaram por enveredar por um caminho mais negro ao tentarem proteger as pessoas que mais amavam, Anakin a sua mulher e Michael o seu pai. E no final foram também dois vilões amargurados e atormentados pelos erros do passado procurando a redenção.
É precisamente no segundo capítulo desta trilogia que assistimos ao lado mais vilão deste personagem. Apesar de assistirmos à sua transformação no primeiro filme ele é ainda na sua maior parte "o bom rapaz" e no terceiro como já referi é um homem amargurado em busca de perdão.
Nesta segunda parte começamos logo por assistir à vingança de Michael que não esqueceu o assassinato da sua primeira mulher que tinha ocorrido no primeiro filme. Esta cena apesar de curta revela-nos muito sobre o seu carácter, Michael tornou-se não só num homem que não esquece, mas também num homem que não perdoa, factor esse que culmina no final do filme quando Michael aceita matar o seu próprio irmão, sangue do seu sangue.
E pensar que esta saga que é hoje considerada como uma das grandes obras primas do Cinema, correu um grande risco de não ser nem realizada por Coppola nem interpretada por Pacino. Coppola é conhecido por batalhar muito pelos seus filmes e pela sua visão. Ainda bem que o fez a sua paixão é notória e inspiradora.



4 - Dr. Hannibal Lecter (The Silence Of The Lambs)

O "Silêncio dos Inocentes" é um dos melhores thrillers que vi na vida. Todo o filme é brilhante, mas há uma personagem em particular que sobressai em relação a todas as outras. O Doutor Hannibal Lecter.
Na verdade Lecter aparece muito pouco no filme, mas a intensidade que emana do seu personagem é tão grande que nem nos apercebemos disso, todo o "Silêncio dos Inocentes" respira Hannibal Lecter. Por falar nisto, Anthony Hopknins ainda detém hoje o recorde de ter a interpretação mais curta de sempre a vencer um óscar.
E apesar de existirem mais filmes sobre este personagem, para mim chega existir o "Silêncio dos Inocentes" para ele estar nesta posição.
Hannibal Lecter já tinha sido interpretado no passado por Brian Cox em "Manhunter" (na altura Hannibal Lecktor) e apesar de adorar o actor é caso para dizer que Hopkins é que nasceu para interpretar este doutor.
Dotado de uma enorme inteligência, conseguiu dar estilo ao canibalismo e apesar de ser capaz de cometer alguns dos mais horrendos crimes, não tolera a má educação. É impossível não adorar este personagem (em cinema claro, eu é que não me queria encontrar com ele na esquina de uma rua ou pior numa cozinha).


3 - Darth Vader (Star Wars: Episode V - The Empire Strikes Back)


Escolhi salientar "O Império Contra Ataca" porque considero que é neste filme que Darth Vader mais brilha, além de ser na minha opinião o melhor filme da "Guerra das Estrelas". É claro que o "Regresso do Jedi" contém uma das mais belas cenas com Vader quando ele salva o seu filho. Mas esta é uma lista de vilões e não de actos heróicos.
O que dizer deste personagem mítico? Lord Vader marcou a infância de muitos nós, era um antigo Jedi de nome Anakin Skywalker que por alguma razão (que viríamos a descobrir mais tarde com os novos capítulos) foi seduzido pelo lado negro da força, traindo os seus amigos e ajudando na devastação dos Jedi' s no final da guerra dos clones.
O que faz um homem como era Skywalker enveredar por tal caminho? A resposta é muitas vezes a mesma, o amor.
Darth Vader tornou-se um dos homens mais temíveis da galáxia, mas é um homem atormentado, além de todas as vidas inocentes que tirou sente-se culpado pela morte da pessoa que mais amava no Universo, Padmé Amidala. Existe uma BD em que Vader luta contra um clone de Darth Maul e quando se prepara para desferir o golpe final, Maul afirma que o lado negro da força é incrivelmente poderoso nele porque o seu ódio é imenso e pergunta-lhe quem é que ele odeia tanto na vida? A sua resposta é que a pessoa que ele mais odeia é a si próprio.
No entanto a traição aos Jedi' s não deixou Vader ileso, após uma luta contra Obi-Wan Kenobi o seu antigo mestre e irmão de armas, Vader foi gravemente ferido tornando-se metade homem e metade máquina. Daí vem o seu famoso fato e claro aquele som da sua respiração que marcou tanto esta saga.


2 - Vlad Tepes Drăculea III (Bram Stoker's Dracula)


Qualquer lista de vilões elaborada por mim terá sempre de mencionar o Drácula, uma das personagens que considero mais fascinantes de sempre.
Bram Stoker pegou em Vlad Tepes "O Empalador" e transformou-o na lenda que é Drácula.
Como o seu próprio cognome indica Vlad não era propriamente um herói, os seus métodos eram de uma crueldade imensa e foi muito possivelmente o primeiro homem a usar armas biológicas quando enviava os seus homens doentes para a frente de batalha a fim de contaminar os seus inimigos.
Mas concentremos-nos no filme de Francis Ford Coppola, afinal esta é uma lista de vilões cinematográficos.
O amor volta aqui a desempenhar o papel central, pois a história de Bram Stoker é acima de tudo uma história de amor.
Enquanto Vlad combatia contra os Turcos uma falsa mensagem da sua morte chegou até ao seu castelo o que fez com que a sua amada Elisabeta cometesse suicídio a fim de encontrar o seu amado numa outra vida.
Quando Vlad regressa encontra o cadáver de Elisabeta junto a uma nota de suicídio. Além da imensa dor que sente ao descobrir este acontecimento um dos padres católicos profere que o suicídio é contra a lei de Deus e por isso a alma de Elisabeta está condenada para toda a eternidade.
O seu amor era tão grande que Vlad renuncia a Deus por ela. Para quê ter a nossa salvação se não for para estar ao lado do nosso maior amor? Invadido por um ódio tremendo Vlad revolta-se contra Deus e promete erguer-se do seu túmulo para vingar a amada com todo o poder das trevas. Tais palavras e acções iriam condená-lo para (quase) sempre.
Esta cena inicial do filme marcou-me profundamente, a imagem da cruz a sangrar após Vlad lhe cravar a sua espada, aliada a uma poderosa banda sonora é absolutamente magistral.
Ainda não vi "Nosferatu" de F.W. Murnau, por isso a imagem que mais me marcou deste personagem foi sem dúvida a interpretada por Gary Oldman. Após este filme segui a sua carreira com atenção e cedo se tornou um dos actores que mais admiro no Cinema.
Para terminar deixo aqui uma recordação da minha passagem pela Transilvânia:


1 - Dr. Evil (Austin Powers)


Sim é claro que estou a brincar :P
continuem a ler para ver o verdadeiro número um.



1 - The Joker (The Dark Knight)

Acreditem ou não estive muito reticente em saber se colocava este personagem em primeiro lugar. Afinal de contas este Joker é recente quando comparado com os restantes do pódio. Drácula, Vader, Lecter entre outros têm a seu favor anos e anos de existência, são personagem com que cresci. Mas a verdade é que o mesmo sucedeu com Joker, a diferença é que foi através da Banda Desenhada.
O Joker tornou-se ao longo dos anos o meu vilão predilecto e quando vi a interpretação de Heath Ledger no cinema fiquei arrebatado, era para mim a adaptação perfeita deste vilão. Lembro-me de ter ficado delirante quando soube quem era o actor que o ia interpretar, pois além de admirar muito o seu trabalho, depois o ter ouvido falar sobre o Joker tive a certeza de que iria fazer um trabalho memorável.
O Joker ao longo dos anos já foi retratado de várias formas, alguns escritores dão mais ênfase ao seu lado humorítico, outros ao seu lado psicótico e outros aos dois. Jack Nicholson interpretou o Joker perfeito para o universo criado por Tim Burton assim como Ledger fez o mesmo para o universo de Christopher Nolan.
Ver o personagem que tanto gosto ganhar vida nas mãos de Ledger, ouvir aquela voz que é tanto demente como demoníaca fizeram esta "criança grande" muito feliz. E sendo claramente uma adaptação do personagem não pude deixar de notar as influências de "The Killing Joke" e "Arkham Asylum" na transformação deste Joker e adorei-as.
Uma curiosidade sobre o Joker é que este foi influenciado pelo cinema, nomeadamente pelo filme de Paul Leni "The Man Who Laughs" uma adaptação da obra de Victor Hugo. O Joker começou a ser criado fisicamente quando Bill Finger mostrou a Bob Kane uma fotografia de Conrad Veidt maquilhado para o filme em questão (ver imagem do lado direito). As semelhanças são notórias.
Esta influência seria mencionada ou diria até homenageada na novela gráfica de Ed Brubaker e Doug Mahnke que apresenta o mesmo título que o filme.
O Joker tem tanto de louco como de brilhante aliás são muitas as vezes que estas características andam lado a lado. É o vilão mais assustador do Homem Morcego porque não se consegue compreender e ninguém faz ideia de quem ou de onde ele veio. Não pode ser intimidado, chantageado ou assustado ele é a personificação do terror e da insanidade mental.
Termino com uma frase que pode ser encontrada na BD "Underworld Unleashed":

"When supervillains want to scare the hell out of each other... they tell Joker stories"

20 comentários:

Bongop disse...

Bolas!!!!
Conseguiste fazer rir com a surpresa do Dr. Evil! E olha que não é fácil fazer-me rir desta maneira...
Excelente lista, e foi um bom trabalho no teu blog!

Red Dust disse...

Eh eh eh eh eh... seu malandrote... já estava a pensar que te tinhas 'passado' com o Dr. Evil.

Confesso que não foi surpresa a escolha do nº 1. No geral, bem lembrados Vlad Tepes Drăculea III, Max Caddy, Vincent e The Penguin que nos vários tops 10 dos nossos companheiros quase sempre ficaram para trás.

Abraço.

The Tripper disse...

Tenho seguido a tua lista de vilões com muito entusiasmo e deixa-me dizer que há conta desta lista já tenho uma série de filmes para ver e rever! É engraçado estar aqui a escrever sobre vilões quando acabei há instantes de ver o Pulp Fiction (o Samuel L. Jackson faz um papel dos diabos!).
Era dificil não adivinhar qual seria o número 1 da tua lista eheh mas eu cá escolhia o Anthony Hopknins com o papel de Hannibal Lecter. Para além de ser, a meu ver, um dos melhores actores de que me recordo, esta personagem e este filme atingiram o auge da perfeição potencialmente existente numa representação cinematográfica. Quando me veem dizer que os filmes da saga Saw são os thrillers/terror mais trabalhados e impressionantes a nível emocional e cognitivo, epahhh...alguem ainda não viu o Silêncio dos Inocentes! :)

looT disse...

Bongop: Eu tento, eu tento :P e Obrigado :)

Red: Pois, de facto quem conhece este blog não vai ser surpreendido pelo número um, muito antes da estreia do The Dark knight já eu fazia várias referências a este lunático.
E por causa disso pensei se não estava a ser injusto ao colocá-lo em primeiro uma vez que o top era referente apenas ao Cinema. Mas que dizer? adorei o raio da adaptação, Ledger arrebatou :)
Agora que penso nisso acho que o Max Caddy devia estar mais acima mas enfim. Dos que mencionas o que mais estranhei ter sido "esquecido" foi o Dracula :P
Mas pronto até usando 25 vilões uma pessoa se esquece de alguém, fiquei furioso quando reparei que me tinha esquecido do Roy Batty (Blade Runner).

The Tripper: A dupla Samuel Jackson e John Travolta é genial nesse filme.
É curioso que os menciones pois quando preparava esta lista nunca me passou pela cabeça considerá-los porque nem os estava a visualizar como vilões. E até pensei nos filmes de Tarantino o Mr Blonde está lá. Mas o Blonde tem uma maldade que os outros dois não possuem.
Eu gostei do primeiro Saw mas daí a estar ao nível do Silêncio dos Inocentes ainda vai muita coisa, concordo plenamente contigo ;)
Anthony Hopkins é um excelente actor e até acredito que se o Heath Ledger estivesse vivo daqui a muitos anos poderia ter uma carreira como a deste senhor, infelizmente isso já não vai acontecer.

Abraço a todos

QUEIROZ-São Gonçalo-RJ disse...

Eu sempre acho os vilões que não tem objetivos claros mais assustadores que os com objetivos claros. Pegando integrantes da sua lista na minha opnião seria 3.° Anton, 2.° Alex e em 1.° O Coringa. O Anton faz o trabalho rápido, mata sem pena, mas tem o lance da moeda se sentir pena de você. Alex é o criminoso social, se vc é mendigo tem que penar, se é rico, tem que me dar sua esposa. A intenção dele não é matar, mas fazer a pessoa penar o resto da vida. O Coringa, como o mesmo se define "É um cachorro atrás de carros", dele pode se esperar qualquer coisa, e pior ele não será rápido como o Anton, nem vai fazer vc ficar penando a vida inteira, ele pega a sua faca e faz vc sentir que a morte vem aí. No meu 4.°lugar lembro de alguém que não foi citado por vc Loot, o Kevin de Sin City,um sociopata praticamente mudo que vive na fazenda, mata mulheres e canibaliza seus restos mortais. Seu lobo de estimação fica com as sobras. É por aí. Depois de tanta maldade, acho que fazer a lista dos heróis, seria uma boa.

Valeu Loot.

Menphis disse...

Acertei claramente no nº 1, mas falhei nos outros do pódio. Pensava que ias pôr o Hanibal Lecter em 2º e o Anton Chigurh em 3º, mas com tua bagagem cinematográfica sabia que me ias surpreender.

já agora, tenho de ler coisas do Drácula, atiçaste-me a curiosidade.

Anita :) disse...

O primeiro era esperado e, acho que bem merecido!!!é um vilão de peso e, HL interpretou-o majestosamente!!!

Que bom que te lembraste do Alex desse filme fantástico que é o "a clockwork orange"!!
Gosto imenso do vídeo da "The Universal" dos Blur numa clara homenagem ao filme:)

Senti falta foi do Gollum e, do seu "my preciousss"...é também um vilão que adoro:))

Beijinho e, parabéns pela fantástica iniciativa!

_lamy_ disse...

O Drácula era quase certo que estaria nos 1os lugares!!! :P

Ainda me lembro daqueles sábados, das 18h às 19h30, enquanto se comia uma waffle, em frente à igreja, com o Ricardo e com a "Pita", em que ele só falava desse filme! :D

De resto o 1º lugar era bastante privisivel e o darth vader tb estava de caras que ia estar nos primeiros lugares, só faltava saber qual... dado os grande reflexos de Jedi que o Loot tem... Lolol

De resto tem alguns vilões que nunca me lembraria como o Gajo da Lista de Schindler... e alguns filmes que nunca vi como Blue Velvet...


Uma lista muito boa, que me fez recordar muitos filmes e alguma infância! :)








P.S: mas só falava do filme depois de apanhar do Rui! eheh

looT disse...

Queiroz: Eu gosto ambos como dá para notar pela lista. O Joker é aquela pessoa que simplesmente quer "assistir ao mundo a arder" e se por vezes se faz passar por parvo, atenção porque isso é algo que ele claramente não é.
Por acaso não me lembrei do Kevin, é um bom vilão um grande psicopata sem dúvida, mas não sei se haveria espaço há memso muitos vilões com qualidade, também me esqueci do Ripley por exemplo.


Menphis: Pensava que sabias que o Vader era presença obrigatória no pódio :P
O Lecter é dos melhores para mim e está atrás do Vader apenas porque tinha de os ordenar, porque não o considero um personagem inferior em nada ele é brilhante.
Ah e o drácula é o maior, descobre-o :P


Anita: Eu adoro a Laranja Mecânica e o alucinado do Alex. Malcolm McDowell é outro actor que visualizo a interpretar um bom Joker se fosse há uns anos atrás. (E os Blur são grande!!!)
Quanto ao Gollum lá está, houve personagens que não me passaram pela cabeça quando pensava concretamente em vilões, talvez por o Gollum no fundo ser um pobre coitado corrompido pelo anel. Mas é um personagem muito bom :)
E Obrigado :D


Lamy: Quem lê o teu comentário pensa que eu apanhava de um rufião qualquer tens de salientar que o Rui era o nosso catequista, lol.
O que me lembra epá isso foi há quantos anos?

Depois ainda me descreves como um tipo que passa pela igreja a falar do Drácula, a minha imagem está a caminhar para a lama :P

Bons tempos e bons Waffles ;)

looT disse...

Queroz: Ainda me falta fazer a lista de vilãs mas até é boa ideia alternar com uma de heróis ;)
Mas de qualquer das maneiras não será para já que não tenho tempo :P

Gonçalo Trindade disse...

Excelente lista, grandes escolhas... nem acredito que me esqueci do Drácula :o. Acho que também o tinha posto na minha... adoro o Gary Oldman nesse filme.

(Por um segundo acreditei mesmo que o primeiro lugar era o Dr Evil XD).

Grandes escolhas por toda a lista, grandes interpretações.

Abraço

Fifeco disse...

Antes de mais devo dizer que concordo com a primeira posição. A sua interpretação é simplesmente fabulosa.

Quanto a Michael Corleone, não o consideraria um vilão tendo em conta o contexto da fita. Gostei de ver Jack Torrence e o senhor do cabelo esquisito :p

Também achei muita piada ao falso nº um. Confesso que me "assustaste"... eh eh

Abraço

celtic-warrior disse...

Quando vi o Dr. Evil pensei que a minha aposta tinha ido por água abaixo, mas pelos vistos estava correcto :D
Desses todos também escolheria o Joker do Legder, apesar de não ter visto a maioria dos filmes que mencionas. O Heath foi Deus no TDK.

Dan disse...

E aqui está a tão desejada terceira parte de um artigo que mereceu a minha total atenção! Estás de parabés Loot! ;)

Antes de comentar a tua lista quero deixar aqui um pequeno aparte... Na minha opinião és uma das pessoas desta comunidade cinéfila que mais conhecimentos cinematográficos detém! E esta lista prova-o perfeitamente! Colocaste nesta lista nomes que nem sabiam que existiam e elaboraste uma lista complexa, com textos que me elucidaram bem das escolhas que fizeste! Para não falar que lês BD, uma das minhas grandes paixões que se encontra muito adormecida nestes tempos...

Podia passar o dia a comentar o teu top 25, mas vou destacar apenas duas coisas.

Primeiro o teu número 1, concordo perfeitamente com a tua escolha! O Joker de Nolan é o puro mal, que apenas deseja ver o mundo arder e delirar com isso, que não pode ser chantageado, nem ninguém consegue negociar com ele, porque ele não tem nada a perder, nem deseja nada no mundo. Ele é tenebroso por isto mesmo... E como tal, merece o primeiro lugar do pódio!

E por fim, destaco o teu falso número 1 que me assustou de verdade lol.

Abraço e parabéns por este excelente artigo dividido em 3 partes!

looT disse...

Gonçalo: Obrigado. O Gary Oldman é um dos maiores, soberbo mesmo. Mas se bem me lembro tinhas de cumprir algumas regras acho que o Dracula não era permitido na que fizeste.

Fifeco: Percebo o que dizes eu próprio quando pensava nos vilões não me lembrei logo de Corleone. Mas depois quando o vi inserido no top do Red comecei a pensar que de facto ele pode ser inserido na categoria, ele torna-se afinald e contas o padrinho da máfia e as suas atitudes falam por sim. Sendo assim aproveitei para o colocar porque adoro os Padrinhos e adoro a sua personagem.

Celtic: Fico contente que a brincadeira tenha resultado :P
Há aqui mencionados que tiverem interpretações brilhantes, perfeitas e sim o Ledger foi um deles :)

Dan: Muito Obrigado pelos elogios :)
No entanto acredita quando digo que não sou das pessoas com mais conhecimentos cinematográficos que por aqui anda. Há muitos mais entendidos na matéria que eu. Aliás ainda me faltam muitos clássicos. O cinema é uma das minhas grandes paixões e vou tentando ver o que posso :)
Outro dos meus maiores interesses já percebeste que é a BD e espero que voltes a acordar a tua brevemente :P
E claro que concordo em relação ao Joker toda a sua filosofia de vida fazem dele a personificação de um dos maiores vilões de sempre.
Já o vi estar prestes a ser morto e ele nem pestanejou apenas disse mais uma piada, nunca vi alguém conseguir assustá-lo. Ele até desafiou o espantalho a usar o seu gás do medo nele só para ver o que acontecia.

Abraço a todos

QUEIROZ-São Gonçalo-RJ disse...

Eu lembrei de outro agora, muito embora se enquadre na categoria vilão arrependido, lembrei do Derek de American History X, interpretado por Ed Norton.

Valeu Loot

Anita :) disse...

ao responder ao teu comment sobre o indiana jones lembrei-me de mais um vilão que merecia estar aqui:o Elijah Price do "Protegido"!!!um papel fantástico e, uma interpretação soberba do samuel l. jackson:)

já viste heroes desta semana???eu gostei do epi!!finalmente tivemos algumas respostas e, tb algumas pistas sobre o que vem por aí:) e, que final...estou mortinha para ver o próximo:)

beijinho

looT disse...

Queiroz: É um grande papel de Norton esse, num grande filme.
Existem muitos mais além de 25 e de certeza que nos lembraremos de muitos mais.
O papel de Norton não é aquele que associo logo ao vilão clássico mas vale a pena recordar o seu papel que é de facto fantástico.

Anita: Outro que me passou despercebido mas que acho que acabaria por não por. Gostei bastante do "Protegido" :)
Sobre heroes eles desde a primeira temporada que afirmaram que o Sylar talvez não fosse tão mau como aparentava e como vinha a suspeitar houve alguém a dar-lhe um "empurrãozinho".
A Kristen Bell apareceu mais :)
Finalmente ando a ver a Veronica Mars fiquei curioso com o vício que todos aparentavam ter e a Kristen é fantástica :P

Anita :) disse...

ahhh veronica mars:)))eu terminei a terceira temporada este fds e, já estou tão nostálgica!!!é fantástica a série e, três temporadas sabe mesmo a pouco!!!!Espero que sempre avancem com o filme e, espero também que a kristen se mantenha por mais algum tempo em heroes:)

beijinho

looT disse...

Da série já fui falar ao teu blog :P
Do filme acho que em principio não vai para a frente :(
Sabes sobre o que seria?

Quanto a Heroes acho que lá a Kristen Bell está a ser muito subaproveitada o que é uma pena.

Mas acho que ela vai aparecer em muita coisa boa, já fez o Forgetting Sarah Marshall e está agora no Fanboys que parece ser outro filme bem divertido :)

bjs