domingo, novembro 11, 2007

V For Vendetta

Uma vez que a adaptação ao cinema da novela gráfica “V For Vendetta” está quase a chegar às salas portuguesas, faz sempre bem recordar este clássico escrito por Alan Moore com arte de David Loyd.
A acção desenrola-se num futuro alternativo, pós 3º guerra mundial. África e Europa foram devastadas, Inglaterra sobreviveu mas a que custo? O caos estava instalado, a ordem era necessária, e foram os grupos fascistas que a tentaram restabelecer sob a forma de ditadura. Erradicando a cultura, controlando os media, criando campos de concentração para as minorias étnicas, radicais de esquerda, socialistas e homossexuais, a liberdade não passava de uma palavra vazia na boca de todos, uma memória do passado.
A estória tem inicio 5 anos após os conflitos políticos, os campos de concentração encontram-se agora encerrados, uma vez que já cumpriram o seu objectivo. As ruas de Inglaterra continuam altamente vigiadas, o governo controla tudo e todos e o povo vive agora conformado com o seu estado de vida.
Tudo muda com o aparecimento de um estranho vigilante que dá pelo nome de V. O que começa por parecer uma vingança pessoal, mais tarde começa a tomar a forma de um plano muito mais complexo. Juntamente com Evey sua aprendiza, V instala o caos no país e é através deste, que poderá nascer a anarquia, onde o poder será restituído ao povo. Apesar de muitas das acções de V não serem de cariz heróico este surge aqui como uma espécie de Salvador, um Messias, mostrando que não é o povo que deve temer o seu governo, mas sim o governo que deve temer o seu povo.
Durante as séries existem muitas referências à letra V. Todos os capítulos da série começam por esta letra, o personagem principal esteve preso na cela 5 (V em numeração romana), este é visto várias vezes a ler e citar “V” de Thomas Pynchon, e é também curiosa a alusão à 5º sinfonia de Beethoven (onde as primeiras quatro notas representam a letra V em código morse).
Por fim V de Vingança, V de Vitória e V de Vendetta.

Publicado originalmente em Rua de Baixo (Março de 2006) por José Gabriel Martins (Loot)

6 comentários:

celtic-warrior disse...

O Mestre no seu melhor. Juntamente com o Watchmen, é das melhores obras do Moore. Também dizem que o From Hell muito bom, mas nunca li.

_Loot_ disse...

Sem dúvida nenhuma Watchmen e V são marcos na BD, obras primas e Moore domina esta arte.

O From Hell ainda não li é muito caro vai ter de esperar. Vi o filme não é nada de especial, sempre é muito melhor que o liga de cavalheiros, já que falo em adaptações de Moore ao cinema.

tvfiles disse...

"Remember, remember, the 5th of November..." O V for Vendetta é capaz de ser a minha BD preferida do Moore, mas sinceramente achei o filme muito fraco.

Já o From Hell, realmente é muito caro, mas vale muito a pena. Estive uma semana inteira debruçada sobre o livro, lendo os capítulos, indo às notas, regressando aos capítulos, andando para trás e para a frente de forma a não perder nenhum pormenor. É uma obra grandiosa, que aconselho que seja lida com um bom guia de Londres, para poder, no capítulo sobre os maçons, desenhar o percurso percorrido pelas personagens e confirmar que todas as marcas e monumentos referidos estão mesmo por lá. Um livro excelente, que planeio reler um dia destes.

Quanto ao filme, não achei muito mau, mas talvez a razão seja ter visto o filme primeiro e só mais tarde ter lido o livro. O filme é muito mais simples, apostou-se mais na intriga do que na história... é um filme para passar umas boas horas, mas embora tenha o meu Johnny Depp, não chega nem aos calcanhares da BD original.

_Loot_ disse...

O V for Vendetta é das minhas BDs favoritas do Moore e em geral, mas não a considero melhor que Wacthmen, são as duas magníficas.

Eu gostei mais do filme do V do que do From hell. Mas também acho a BD muito superior, mas isso também é normal.
Com o Natal a aproximar-se quem sabe possa finalmente adquirir o From Hell, que mesmo vendo o filme nunca duvidei que o livro de Moore fosse genial e pelo que dizes parece que tinha razão ;)

Anónimo disse...

Só gostava de saber onde posso comprar o livro v for vendetta em português pela net!!!!!!
Tou a desesperar

looT disse...

Em português não consegues porque não existe ainda a traducão.

A tua alternativa é comprares em português do brasil.

Se tiveres mais alguma questão está à vontade.

Abraço