sexta-feira, janeiro 25, 2013

Tabu


Mais que um dos melhores filmes nacionais de 2012, “Tabu” de Miguel Gomes tem recebido inúmeros elogios e distinções como um dos melhores filmes desse ano, ponto.

Finalmente - graças à reposição nos cinemas Nimas – consegui assistir ao filme em questão e resta-me apenas dizer que os elogios são merecidos. “Tabu” é belo, divertido e apaixonante. Tem vários ingredientes que adoro num filme e que são aqui misturados de forma exemplar.

O filme divide-se em duas partes, a primeira “Paraíso Perdido” mostra-nos a história de Pilar e da sua vizinha Aurora (excelentes Teresa Madruga e Laura Soveral), uma idosa viciada no jogo cuja sanidade mental lentamente a começa a abandonar. Nesta história faz-se a ponte para a segunda parte, “Paraíso” onde voltamos atrás no tempo para conhecer a juventude de Aurora (a bela Ana Moreira) e o amor impossível que viveu algures numa colónia em África.

As opções estéticas poderão também fazer as delícias dos cinéfilos, há todo um tom clássico a evocar o cinema antigo tendo sido filmado em película de 16mm. A segunda parte, por exemplo, é contada exclusivamente através de um narrador e com as belas paisagens africanas (Angola?) como pano de fundo. Aqui os actores nunca se ouvem, mas não é por isso que as suas emoções se sentem menos. Nesta segunda parte “Tabu” é um poema às paixões proibidas e um que merecer ser lido várias vezes.

E, como se fosse preciso mais, ainda há crocodilos!

4 comentários:

Arm Paulo Fer disse...

Sem dúvida um dos filmes do ano.
9/10

http://letterboxd.com/armpaulofer/film/tabu/

Loot disse...

Nem mais Armindo ;)

Desconhecia era esse site.

Abraço

Jubylee disse...

Também está na minha lista, mas não consegui ir ao Nimas. Se calhar ainda vou arriscar e comprar o dvd que está a um preçomuito chamativo na fnac.

Loot disse...

Acho que não te vais arrepender, é um daqueles obrigatórios ainda mais sendo nacional :D