terça-feira, julho 08, 2008

Rage Against The Machine - Rage Against The Machine

A primeira vez, segundo o meu conhecimento, de que se tenha misturado o género Rock/Metal com o género Rap foi em 1986 quando os Run-D.M.C. regravaram "Walk This Way" dos Aerosmith. A mistura da guitarra eléctrica e seus riffs pesados com scratches e a forma de cantar do rap revelou-se uma mistura explosiva.
A partir daqui começaram a surgir as primeiras bandas que misturavam géneros pesados como o Metal, Punk e Hardcore com os ritmos do Rap ou Hip Hop, entre os quais os Biohazard em 1987 e os Clawfinger em 1989.
Em 1991 aconteceram duas coisas importantes para reforçar esta simbiose, a primeira foi o lançamento da versão dos Anthrax de "Bring The Noise" dos Public Enemy e a segunda foi a formação dos Rage Against The Machine, que acrescentaram também uma influência Funk aos géneros já mencionados.
Quando alguns anos mais tarde surgiu o movimento "Nu Metal" penso que é justo dizer que foi um género musical altamente influenciado por bandas como os Rage Against The Machine.
Com três álbuns de originais e um de covers, os Rage possuem uma discografia pequena mas invejável, todos os seus álbuns são dotados de uma enorme qualidade, no entanto se tivesse de escolher apenas um, escolheria este, o primeiro da banda.
Os Rage iniciaram a carreira de uma forma excepcional com este álbum que contém um enorme número de canções que ao longo do tempo se foram tornando verdadeiros clássicos. Para quem gosta de certeza que já ouviu uma "Bombtrack", "Killing In The Name", "Take The Power Back", "Bullet In The Head", "Know Your Enemy", "Wake Up" ou "Freedom". Como podem ver a lista é extensa e nada exagerada, aliás todas as 10 canções são fantásticas e juntas criam um dos álbuns de maior referência neste género musical.´
A "Wake Up" tornou-se muito popular quando foi usada pelos irmãos Wachowski nos créditos finais de "Matrix", mas as suas primeiras canções a serem usadas no Cinema foram "Bombtrack" e "Take The Power Back" em "Natural Born Killers" de Oliver Stone.
O álbum conta ainda com a participação especial de Maynard James Keenan (Tool) em "Know Your Enemy" no que é para mim a cereja no topo do bolo.
Além da sua marca musical os Rage também são muito conhecidos devido às suas letras políticas que os tornaram famosos como uma das bandas mais activistas da década de 90.
Dos anos 90 porque em 2000 a banda terminou apesar de ainda terem lançado "Renegades" um álbum de covers que também vale muito a pena, mas dele falarei noutra altura.
Os Rage estão agora de regresso, pelo menos para actuações e vão passar pelo "Optimus Alive" no primeiro dia. Uma enorme prenda para todos os seus admiradores os poderem ver ou rever ao vivo. No meu caso vai ser a primeira vez e é juntamente com Bob Dylan um dos concertos porque mais aguardo, sendo sem dúvida de todo o cartaz a banda que ouço há mais tempo.
São formados por Tom Morello na guitarra, Tim Commerford no baixo, Brad Wilk na bateria e Zack de la Rocha na voz.



10 comentários:

celtic-warrior disse...

Bem, primeiro a comentar. Antes de mais, RATM tornou-se uma das minhas bandas preferidas há pouco tempo e ultimamente não consigo acabar um dia sem ouvi-los. Depois, concordo contigo quando dizes que o primeiro álbum é "o" álbum. Do princípio ao fim aquilo é uma mistura desgraçada de ritmos, muitos contidos numa só música, e é aí que o Morello entra, aquele génio da guitarra.

Os outros álbuns também têm bons sons, mas pronto, o primeiro é aquela referência. Dentro do género é dos melhores álbuns que já ouvi (e estou a ouvi-lo agora lol).

Menphis disse...

" E um dia a minha mãe achou um walkman e estava lá dentro uma k7 de um grupo que me entusiasmou com o seu som poderoso, tendo depois eu sabido que eram os Rage Against the Machine..." foi assim mais ou menos poética a maneira que descobri os Rage. Foi na adolescência, na altura de acordar para o mundo e posso dizer que eles me ensinaram a ter uma visão mais politica do mundo do que os próprios políticos.

e quanto ao concerto como eles dizem na " Guerilla Rádio" :
" What better place than here
What better time than now.."

maurobindo disse...

Haverá festival com melhor cartaz na Europa do que este Alive? Não me cheira... e nós vamos lá estar! :)

Bongop disse...

Olá looT
Grande banda, grande som...
Dos meus preferidos da década de 90, embora a "minha década" seja a de 80 !

looT disse...

Agora depois de os ver ao vivo posso dizer que ainda continuam uma grande banda, a energia e qualidade continuam toda lá.

Por mim podem voltar sempre que quiserem, um concerto deles, acreditem é mesmo explosivo :)

Abraço a todos

csa disse...

Adoro RATM!
Pela mistura de géneros musicais.
Pela guitarra do Tom Morello.
Pela interpretação do Zach de la Rocha.
Pela temática de índole social.

looT disse...

São soberbos e gostava que voltassem a gravar.

O concerto no "Alive" foi simplesmente um furacão. Por mim podem voltar sempre que quiserem :D

Anónimo disse...

click to view faUpuggx [URL=http://www.christianlouboutin--outlet.tumblr.com/]replica christian louboutin shoes[/URL] and check coupon code available tRnuQNKZ [URL=http://www.christianlouboutin--outlet.tumblr.com/ ] http://www.christianlouboutin--outlet.tumblr.com/ [/URL]

Anónimo disse...

best for you bxqBQAUq [URL=http://www.ugg--outlet-online.blogspot.com/]kensington ugg boots[/URL] suprisely ltzPQDjB [URL=http://www.ugg--outlet-online.blogspot.com/ ] http://www.ugg--outlet-online.blogspot.com/ [/URL]

Anónimo disse...

must look at this rWWoFlXU [URL=http://www.christianlouboutin--outlet.tumblr.com/]christian louboutin outlet usa[/URL] and check coupon code available DNjrkfxI [URL=http://www.christianlouboutin--outlet.tumblr.com/ ] http://www.christianlouboutin--outlet.tumblr.com/ [/URL]