segunda-feira, outubro 29, 2012

Música + BD + Música

Foi um fim-de-semana intenso, e apesar de queres falar destes temas em separado, certamente não vai ser já e muito possivelmente alguns irão escapar.

Por isso, antes que me esqueça:

- Os Bon Iver deram um concerto bem bonito, a emoção do público fez-se sentir várias vezes e notou-se que tocou a banda. Eles estiveram cá há pouco tempo, mas isso não foi razão para o Campo Pequeno não encher.


- O festival da Amadora já começou. Recomenda-se uma passagem por lá, há exposições que valem sempre muito a pena e há também várias novidades editoriais. Trouxe "Portugal" de Cyril Pedrosa e "O Baile" de Joana Afonso e Nuno Duarte. O "Três Sombras" de Pedrosa tem muito bom aspecto também, mas terá de ficar para mais tarde. Aproveito para salientar que Pedrosa é um autor não só muito talentoso como extremamente simpático. Um nome a seguir. Gosto também muito do convívio que tem havido, cada vez maior, nestes festivais. Mais uma vez o Nuno Amado organizou um almoço onde vários amantes desta arte estiveram reunidos.


- O regresso dos Ornatos Violeta é um dos grandes destaques não da semana, mas do ano. Com a rápida venda dos bilhetes não achei que os fosse ver, mas à terceira foi de vez. Um grande concerto que reuniu pessoas de todas as idades mostrando que mesmo tendo terminado, a música dos Ornatos continua a chegar a todos, ou seja, é imortal.

5 comentários:

Patxi disse...

Fomos aos mesmos concertos. ;)

Em relação ao do Bon Iver, a fauna deste era mais jovem que a do Coliseu. Muitas pitas guinchonas. :(

Rosie disse...

Vi Bon Iver este ano no Coliseu do Porto e foi dos concertos mais bonitos e mais emotivos que já vi!
Quanto a Ornatos, são o meu desgosto! Nem acredito que não os consegui ir ver. Tenho mesmo pena!

Loot disse...

Patxi: Quando as pessoas têm bom gosto tende a acontecer :P
Não tive esse problema onde estava. Não me deixaram foi sentar onde quis, estavam a manter todos juntos à medida que as pessoas iam chegando.
se calhar estiveste na plateia em pé :)


Rosie: Ver os Ornatos no Porto, ou seja, em casa, é capaz de ser ainda mais especial. Pode ser que isto não tenha sido uma despedida, eles estavam tão felizes no concerto que pode ser que o bichinho disto não os largue :)

Patxi disse...

LOL

Ah, eu ainda gosto (e ainda bem que consigo ter ainda pernas para isso) concertos na plateia em pé. Mas, a idade já começa a pesar e tenho notado cada vez mais isso.

O Concerto do Bon Iver no Coliseu em Julho foi muito melhor, muito melhor mesmo. As pessoas que lá estavam em Julho conheciam mesmo as músicas e estavam lá pelas músicas. No Campo Pequeno, já foi diferente, batiam palmas quando deviam estar quietas, gritavam quando deviam estar caladas... acabam por não perceber nem de música e muitas delas estavam só para dizer que estiveram lá (ouvi uma a comentar isso... "eu não conheço esta banda, vim porque está na moda " ... seriously?)

Enfim...
O próximo seria The Walkmen já este domingo, mas não dá para tudo... por isso, será The Black keys no Pavilhão Atlântico. (odeio o PA).

Loot disse...

Depende da banda, Ornatos estive na frente, a uma pessoa da grade. Agora Bon Iver, para mim, é para ouvir sentado, demasiado calmo :P

Isso das palmas é verdade, há alturas que era demais e nos tempos errados. De momentos próximos concertos não há, que isto sai caro :S