segunda-feira, janeiro 12, 2009

Globos de Ouro

Ontem a noite dos "Globos de Ouro" será lembrada por aquela em que o prémio mais aguardado era o de "melhor actor secundário" em vez de "melhor filme" e felizmente não desiludiu, Heath Ledger venceu o merecido prémio. É certo que no futuro irão dizer que isto ocorreu apenas devido à sua morte e o maior problema desta frase é que pode ser verdade, de facto a sua morte pode ter, em muito, contribuído para esta vitória. Pessoalmente espero que não, acredito que seja mais que merecido e completamente justo.
Colin Farrel levou o Globo de "melhor actor principal em comédia/musical", também muito bem merecido, aliás Farrel teve um excelente ano em termos de interpretações, também o adorei em "Cassandra ´s Dream". Depois de um bonito abraço Farrel ainda mencionou que metade do prémio pertence a Brendan Gleeson e percebe-se porquê, afinal ambos igualmente o mereciam. ainda sobre o "In Bruges". estava a torcer por este ele na categoria de "melhor filme comédia/drama" mas o prémio acabou por ir para Woody Allen e o seu "Vicky Christina Barcelona".
"The Wrestler" venceu duas das três categorias em que estava nomeado, ou seja, "melhor canção" do grande Bruce Springsteen e "melhor actor principal em drama" o não menos importante Mickey Rourke que além de Farrel nos trouxe outro dos melhores momentos de cumplicidade entre dois colegas quando ao falar para Aronofsky este lhe mostra o "dedo".
Das actrizes a grande vencedora foi uma das minhas predilectas Kate Winslet que levou para casa os globos de "melhor actriz principal em drama" e "melhor actriz secundária".
A obra "Happy-Go-Lucky" não saiu de mãos vazias levou pelo menos o globo de "melhor actriz principal em comédia/musical", a vencedora foi Sally Hawkins.
Dos filmes o grande vencedor foi "Slumdog Millionaire" este filme venceu "melhor filme drama", "melhor realizador", "melhor banda sonora" e "melhor argumento". Fiquei contente "Slumdog" parece ser uma obra maravilhosa e refrescante.
O troféu para "melhor filme de animação" foi para o já esperado "Wall-E". "Waltz With Bashir" pode não ter sido nomeado na categoria anterior mas foi para casa com o globo de "melhor filme estrangeiro".
Nas séries não me vou estender muito, o grande vencedor em comédia foi "30 Rock" que apesar de não ver, acredito que tenha sido mais que merecido, mesmo assim gostava de ter visto Hank Moody levar para casa o globo. Em "melhor série drama" também não houve surpresas "Mad Men" levou o globo e Gabriel Byrne venceu a dura competição em "melhor actor em série de drama". Nas diversas categorias para os melhores telefilmes e mini-séries John Adams "varreu" os globos.
Os momentos mais engraçados da noite estiveram a cargo dos hilariantes Ricky Gervais e Sacha Baron Cohen, que entrou logo a matar.
O prémio de carreira de nome "Cecil B. DeMille" foi entregue este ano a Steven Spielberg sem dúvida um dos grandes nomes da sétima arte.
Já agora foi impressão minha ou este ano o evento foi feito "a correr"?
Para verem a lista completa de vencedores cliquem aqui.

15 comentários:

Bárbara disse...

30 Rock: must see.

Bj

looT disse...

Acredito mesmo que sim a Tina Fey é uma humorista fantástica :)

Regressa mais vezes ;)

bj

Bongop disse...

Não vi os Globos, mas os primeiros prémios que mencionaste foram bem merecidos (e não vale a pena dizer que morrer durante as filmagens ajudou... é uma coisa horrivel de se dizer...)

looT disse...

Bongop mas a realidade é por vezes feia e suja.
Agora quem conhece este cantinho sabe bem que o trabalho de Ledger já era muito apreciado por aqui bem antes de "the Dark Knight".

Abraço

Fifeco disse...

Foi feita a correr sim. Também fiquei com essa ideia. Quem foi de mãos a abanar foi o par Pitt/Jolie, com muita pena minha de resto, muito por causa de uma soberba jolie.

Espero pelos Oscars.

PS: O Neil Patrick Harris devia ter ganho :P

radjack disse...

não vi os globos, mas todos os prémios que aqui falaste parecem ter sido bem atribuídos, eu sou sincero só fiquei fã do heath ledger depois de ele ter morrido, mas posso afirmar que não foi por causa disso, foi mesmo por causa do papel que ele fez no BATMAN.

fica bem (e passa pelo blog que está bem mudado)

Anita disse...

LooT, 30 Rock é mesmo obrigatório!!!Tens que lhe dar uma oportunidade!! :))

E, a "nossa" Kate hein???Maravilhosa!!!Fiquei mesmo contente pelo seu reconhecimento, apesar de ainda não ter visto os filmes tenho a certeza de que ela mereceu!!É uma actriz de outro calibre...fantástica!!!

Só fiquei triste por "In Treatment" ter perdido...acho que merecia o reconhecimento mas, pronto!!!

Beijinho

Dan disse...

Ehehe! Teve um sabor mesmo especial a vitória do Heath! :)

Não acredito que a vitória se deveu à sua morte, aliás, dizer isso é ser muito injusto. A sua interpretação foi tenebrosa, genial, inesquecível! Quantas mais actuações este ano, podem ser descritas assim? :)

Também a vitória do Colin Farrell soube-me mesmo muito bem. "In Bruges" é delicioso do princípio ao fim.

Quanto à vitória da Kate, ela é uma excelnte actriz. Do melhor que Hollywood tem, só que depois de ter visto a actuação da Jolie em "A Troca" fico muito admirado por ela não ter vencido... A Jolie está grandiosa no filme! Será a interpretação de Kate ainda mais grandiosa? :/

A vitória de Mickey Rourke acredito que seja justa, mas penso que nos Óscares, Sean Penn levará a melhor. E o mesmo penso para a Miss Jolie.

E destaco também o Slumdog Millionaire, estou muito curioso com esta obra. Mesmo tendo sido um dos derrotados da noite, o Benjamin Button é um filme que não vou deixar escapar.

De resto foi uma cerimónia como dizes, algo apressada.

Que venha a Verdadeira cerimónia, os Óscares! :)

Grande abraço.

looT disse...

Fifeco: O Neil Patrick Harris com globo ou sem globo é um dos grandes :)

Radjack: Vale a pena espreitar alguns dos seus filmes :)

Anita: Eu oportunidade dou, é uma questão de começar a ter os episódios pela amostra que tive devo adorar.
"In Treatmen" não vi mas ao menos levou um globo :P
E vi o piloto de "Mad Men" pareceu-me uma boa série mas ainda é cedo para falar.
E a Kate é lindíssima e uma actriz maravilhosa :)

Dan: Sobre Ledger injusto é se de facto for verdade. Quem pode dizer que isso não pesou na decisão do júri? Muitos têm essa opinião e garanto que é uma frase que todos irão ouvir. Eu pessoalmente gosto de acreditar que o júri foi justo e premiou Ledger porque ele merece e nada mais. Espero que a academia faça o mesmo.
Quanto ao Sean Penn não sei, ele já venceu um óscar não que isso devesse fazer diferença uma vez que deve ser o melhor do ano e ponto final, mas às vezes parece que faz :P

Filipe Machado disse...

Está concluída a antecâmara dos Óscares. Agora é aguardar pelos nomeados da cerimónia do dia 22 de Fevereiro...

looT disse...

Ainda falta tanto para os nomeados quanto mais a cerimónia :S
A malta dos óscares é espertalhona esperam que todos os prémios sejam dados para irem roubar ideias :P

Abraço

QUEIROZ disse...

Não duvido que Heath Ledger, tenha atuado melhor que seus competidores, no entanto, acabam que os prêmios que ele receber vão ficar com essa dúvida no ar. Prefiria que ele sempre recebesse um prêmio especial do que competir com Robert Downey Jr, que é um ator que voltou a boa fase. Não sei, por outro lado se isto tivesse acontecido, não duvido das várias indicações e das premiações, pois ele era um ator já reconhecido em ter exito em papeis difíceis, tanto que o fato dele ter atuado em Brockbackmontain, foi o que estimulou ao Nolan a escala-lo no papel de Coringa, pois ele não temia a nada. Fico feliz pelos prêmios, e gostaria da Primeira vez um filme inspirado em hqs ganhar o melhor filme no Oscar.

Valeu Loot

looT disse...

Quanto à tua última frase eu dúvido que o Dark knight seja nomeado para óscar de melhor filme quanto mais ganhar.
E sim o Nolan disse mesmo isso quando explicou porque escolheu Ledger, espero que vença o óscar.

Abraço

Siul disse...

Foram muito bem atribuidos os globos mesmo o do Heath Ledger.


Abraço

looT disse...

Como não vi a maior parte dos filmes não posso confirmar :P
Mas gostei de algumas decisões. Estava era a torcer pelo "In Bruges" vamos a ver como é o novo do Woody Allen e se o prémio foi merecido :P

Abraço