sábado, abril 30, 2011

Thor - Sugestões de Leitura

Este é um ano carregado em filmes de super-heróis. Na passada quinta Thor abriu as hostes, mas X-Men First Class, Captain America e Green Lantern aproximam-se também.

Como os filmes podem suscitar a curiosidade de alguns sobre as personagens vou deixar algumas sugestões de comics para os interessados.

Começo então com Thor que fui hoje ver e que é um bom filme de entretenimento sólido.

É óbvio que o início para conhecer qualquer personagem é sempre o seu 1º comic, a minha ideia é, no entanto, destacar alguns dos meus favoritos e que possam agradar àqueles que gostaram do filme.

Sem mais demoras aqui ficam duas sugestões:


THOR (Julho 2007 - Novembro 2009)


Começo por avisar que não sou um grande conhecedor desta personagem. Nunca lia os seus comics e conhecia-o mais pela participação nos Avengers ou em outras histórias.
No entanto comecei a lê-lo quando, em 2007, J. Michael Strazinsky pegou no leme.

Será um comic muito confuso para aqueles que não conhecem nada sobre Thor. Até porque no filme Donald Blake não existe, pois iria apenas complicar a sua história que tem pouco tempo para ser contada, posso, no entanto, referir que quando Thor foi enviado para a Terra por Odin foi enviado para o corpo do médico Donald Blake.

Este comic é no entanto um "novo início" para este super herói que desperta da sua hibernação e tem como missão reconstruir Asgard após o Ragnarok.

O autor Strazinsky foi também um dos autores da história do filme




ULTIMATES



Ultimates é uma versão alternativa dos Avengers da qual já falei aqui. É um Thor diferente do clássico, mas muitos dos novos filmes têm alguma inspiração nesta saga, o que faz sentido uma vez que se trata de contar a história dos Avengers se eles tivessem sido criados nos dias de hoje.

Apesar de o Mjolnir não ser tão bonito os livros valem muito a pena, pelo menos os que li, o volume 1 e 2 (o 2 se bem me lembro é o melhor).

Um grande trabalho saído da mente de Mark Millar (Kick Ass, Wanted).

9 comentários:

ArmPauloFer disse...

Opá... uu sou do tempo do Thor original, em que o alter-ego do Thor era um médico que andava sempre com um cajado (o cajado transformava-o em Thor e no Mjolnir) e a gaja dele era uma enfermeira (mas que no filme surge como cientista).
O Thor era pura fantasia (estilo o He-Man) mas era muito espectacular. Admito, que as novas gerações da personagem me são estranhas, tal como ele vestir de negro de cima a baixo (era azul e com bolas amarelas ao peito)... enfim, sou um ultrapassado já.
É por isso que o filme ainda me suscita mais curiosidade, afinal é dum novo tHor que se trata e é ver como se nem o conhecesse.

Loot disse...

Exacto o médico é o Donald Blake que regressa na série do Strazinsky que menciono. Acho que ias gostar de a ler.

Essa cena do cajado é mítica, mas ia complicar o filme que não tem muito tempo para contar a história por isso até percebo saltarem a história do Donald.

Nesse aspecto é como nos Ultimates (o Thor vem para a Terra no seu corpo e ponto final, não há Donald pa ninguém).

Bongop disse...

Talvez também seja uma excelente Leitura o Omnibus to Thor do Walter Simonson. Está completa neste livro de mil e poucas páginas!

Abraço

ArmPauloFer disse...

@ Loot: a verdade é que no tempo em que ele surgia apartir de um mortal, a característica de ele se transformar num deus fazia pleno sentido. Agora a ideia que se transmite das novas variações, é que ele é um extraterrestre duma sociedade muito avançada e sabendo ele controlar os trovões. É o que me tem parecido ser das BDs modernas (nunca vi) e me parece ter sido por aí que ele chega a filme... ainda não visto mas me parece ser por aí que adaptaram.
Contudo, gostava imenso do Thor mas apenas o tinha já nas aventuras... pois as origens dele nunca me apareceram no que dispunha. Por isso não sou nenhum "entendido" a opinar sobre ele.
E hoje em dia já não me puxa pegar em BDs... (o que fui dizer, sorry).

ψ Psimento ψ disse...

Os Ultimates são muitos bons. Como tu também gostei mais do volume 2!! Mas o Ultimatum e o volume 3 também são excelentes. Quanto à aparência e ás roupas, também são mais modernas e interessantes do que as originais. Claro que eles terão sempre a desvantagem de não ter os anos de história dos personagens originais nem personalidades tão cativantes.
Ultimate X-Men também é muito bom se bem que as primeiras bds era um bocado aborrecidas.
Um abraço .

Loot disse...

Bongop: Obrigado pela sugestão :)
Eu sou capaz de espreitar mais qualquer coisa dele. Estes dois foram os favoritos do que li, não me querendo estender.


Arm: Sim percebo o que queres dizer, mas realmente afirmar aqui que não te puxa pegar em BD's é heresia lol :P


Psimento: Os Ultimates 3 demoraram imenso tempo a sair, depois acabou por cair no esquecimento. Além disso lembro-me de falarem que o 3 não era tão bom (mudou a dupla de autores). Mas hei-de ler, adorei este novo universo.

O Ultimatum vi as previews e tinha bom aspecto, e com o Magneto em destaque é obrigatório :)


Ultimate X-men li alguma coisa. Nomeadamente quando se juntam com os ultimates. Lembro-me do Magneto a chegar ao quartel general deles e dar um porradão nuns quantos :)

Optimus Prime disse...

Boas sugestoes por acaso a 1a história do Thor que li foi aquele escrito e desenhado pelo Simonson no qual ele esta sobre feitiço da encantor e quase arranca a cabeça ao Loki vinha num daqueles pacotoes da Abril num Superaventuras Marvel.

Esta aqui;

http://i.annihil.us/u/prod/marvel/i/mg/6/20/4d38ff31323d2/detail.jpg

refemdabd disse...

O filme achei muito fraquinho. Embora tivessem tido a preocupação em contar (mais ou menos) a história, a acção tropeçou nela própria. O lapso temporal é demasiado curto e a "lição de humildade" que transforma o Deus do Trovão num fiel e acérrimo defensor de Midgard é absolutamente patética. A "relação amorosa", com uma Natalie Portman patetinha, é tão forçada que chateia. O papel da SHIELD apresenta-a como quase ridícula, quando se quer que venha a ter um papel importante nos futuros filmes. Veremos o que irão fazer dela, espero que não se metam pelo caminho do "polícia estúpido", ficaria mal um Nick Fury (mesmo que à lá Ultimates) sem o carisma caracteristico do personagem. Em suma, Keneth Brannagham, não esteve bem, pese o facto de ser adorado mesmo quando uma borrada saia daquela cabecinha.

Walter Simonson é o melhor período de Thor, onde a história do Deus do Trovão ganha solidez e daí sai o modelo que ainda hoje subsiste. Straz é um bom contador de histórias, mas tantas vezes mete a carroça à frente dos bois, com complicações inúteis que depois cabe aos outros que o substituem desfazer.

Até agora, praticamente todos os filmes têm sido uma pequena desilusão, alguns em poucos aspectos, outros em toda a linha. Nas origens do Wolverine o disparate é grosseiro. Nos X-Men, já chega de Brotherhood of Mutants...da-se, com tantas histórias para contar, é sempre a mesma merda! O segundo Iron Man foi patético. O segundo Hulk, embora as parecenças fisícas entre o Bruce Banner e o Edward Norton, foi um completo disparate.
Spiderman, três filmes iguais.
Superman, enfim...
Batman (os dois últimos), vá lá, é dos poucos que escapam.

Tenho alguma curiosidade quanto a este Green Lantern. Porque, verdade seja dita, a DC tem tido uma melhor prestação na transposição dos seus personagens para o grande ecrã, se bem que o casting de actores merecia ser melhor.

Loot disse...

O filme tem essas fraquezas que apontas, mas dou o desconto, já sabia que o filme em 1 hora e pouco teria de concluir algumas coisas, como a lição de vida (que aqui é literalmente do dia para a noite)

A origem do wolverine é um filme que quero apagar da memória lol.
Mas neste X-Men estou ansioso por ver o Fassbender na pele de Magneto.

O superman returns não o acho tão mau como o pintam. Mas tem falhas, podia ser melhor.

Os Batmans de Nolan são dos melhores sim. A DC tem tido algum cuidado, mas este GL não sei não, torço o nariz quando vejo os trailers.

Abraço