quinta-feira, janeiro 13, 2011

Spider-Man - Os primeiros passos

Spider Man

Repare-se que pela primeira vez na História a tinta negra da aranha no fato borrou.

Qualquer dia começam a fazer filmes onde o fato do Super-Homem tem rasgões e os calções do Hulk rebentam.

Fonte

23 comentários:

_lamy_ disse...

puff... realistas... q betinhos! Lol

tadeu disse...

até curto mais azul em detrimento do vermelho, como no fato anterior, que era perfeito.
não gosto das luvas, estes cortes "fashion"...bah...
dá para notar que este spidey terá teias feitas por parker, o que trará a dinâmica da bd, apesar do adn do outro, também não ser mau.
enfim...muita coisa para se adaptar.
a tinta negra revela a nova profissão de parker: mecânico :)

Loot disse...

Lamy: Mos Def

Tadeu: Sim as teias quase de certeza vão ser artificiais. É muito irreal um miúdo criar esse polímero, mas não mais irreal que uma aranha radioactiva conceder poderes :P

Eu gosto desta abordagem. Nada contra a do adn o Ultimate Spider-Man é que trouxe essa novidade pela primeira vez.

Não sei se por causa do Filme do Raimi ou não, mas na BD clássica o aranha sofreu mutações uma delas fê-lo criar teias naturalmente, mas isso foi alterado em "Brand new day" (não tenho lido aranha ultimamente, o último foi um desses relacionado com as mutações o The Other se não estou em erro).

Vamos ter aqueles belos momentos em que a teia acaba :)

Ah espero que prestem atenção também ao factor aranha, adoro esse poder.

tadeu disse...

li que a pouco que o uniforme foi feito com uma bola de basquete :D hilario...
sim, tenho muitas bds da ultimate...hei de ser um eterno saudosista da devir vs quiosques no interior do país. funcionou/deixou de funcionar.
ainda comprei muitas bds.

raimi fez um belo trabalho. não foi melhor porque a sony meteu o nariz em demasia, como deves saber. enfim..

este novo terá um "appeal" juvenil, parece claro. quero ver como vai funcionar com a "velha guarda".
o factor aranha é garantido. se falhar, não é spider man ou...boy :)

Loot disse...

Mas o Parker quando se tornou o aranha era um aluno de liceu. E o Garfield deve conseguir alternar bem entre um ar mais adolescente e adulto.

Mas espero que não seja um filme só dirigido aos adolescentes :(


Não sei bem o que aconteceu entre a sony e o Raimi. Acho que ele teve pressão para colocar o Venom, mas da forma que o fizeram mais valia estarem quietos.

Eu por acaso não sou fã dos filmes, o 3 então estamos todos de acordo lol. Gosto muito do Raimi, reconheço que há coisas boas, mas não são o meu género.

Não era o aranha, faltavam as piadas :)

Snow White disse...

parem lá de ser nitpickers :p

Gostei, vai ter um ambiente ligeiramente emo (mas o spider safa-se sempre com isso). Como o actor já tem aí uns 27/28 anos suponho que não é pedo dizer que o look está bem sexy.

Amanhã vejo isto ao pormenor.

ArmPauloFer disse...

A ideia do Homem-Aranha lançar teias orgânicas nasceu na versão futuristica "Homem-Aranha 2099", que a Marvel há umas décadas atrás (finais de 80?) havia tentado reinventar as suas principais personagens (como os X-Men 2099 também...).

Eram interessantes porque era um novo renascer num mundo muito avançado e cheio de tecnologia (era "sci-fi-super-heroes"). Recordo-me que na versão futura, que não era o Peter Parker obviamente, o acidente com a aranha lhe tinha alterado o ADN. As teias eram orgãnicas e surgiam-lhe tal como no filme de Sam Raimi... mas tinha imensas mais características como o facto de ter garras nos braços, poderosos espinhos nos dedos (que lhe permitiam trepar paredes) e... dentes tipo vampiro e segregava um veneno. Era um tipo muito fixe e bastante convencido de ser melhor que o tótó do século anterior.
Curiosamente, anda actualmente nas bancas uma colecção que tem passado na TV as promos, dedicada ao Homem -Aranha e no primeiro fascículo ele vai parar ao futuro e conhece, para minha surpresa, o Homem Aranha do ano 2099 (e numa aventura muito interessante até).

Pronto... isto só para falar do caso presente nos filmes de Sam Raimi ao ter teias orgânicas.
A nova versão nota-se que terá lançadores de teia artificial fabricado por Peter Parker, como o Aranha sempre teve. Muito honestamente, é a abordagem mais acertada pois isso muda imenso o que é o Homem-Aranha, conferindo-lhe uma abordagem mais próxima da nossa realidade (no fundo, foi sempre alguém com imensa agilidade e altruismo -bem disposto).

Acho estranho é andarem a venderem isto como Homem-Aranha 4, quando é um reboot e uma saga nova... um novo inicio...

Loot disse...

Snow: Já sabes que acho que o Garfield tem tudo para ser um excelente Spider-Man. É só fazerem um bom filme :D


Arm: Grande falha, tens toda a razão. Mesmo que o filme vá beber ao ultimate spider-man, foi o Miguel O'Hara o primeiro a usar teias orgânicas. Garras nos braços não me lembro, mas o resto sim.

No 1º livro ele até colou parte de uma sala delta no fato para poder planar, mas acho que raramente se fez referência a isso.

Era a minha personagem predilecta do universo 2099. O fato era muito porreiro (dificil de cortar e elástico, se não as garras das mãos cortavam-no sempre.

Garras essas que se contraíam se tocassem no seu corpo, protegendo-o sempre.

Tenho a bd que mencionas entre os dois aranhas. Vale pela ideia e pelo sentimento. O aranha 2099 até tem um muito breve encontro com o Venom.

O universo 2099 foi considerado depois um universo alternativo da Marvel. Nunca mais lhe pegaram mas há uma BD o Exiles em que criaram uma equipa com várias personagens de diferentes universos, uma delas é o Aranha. Se gostas dele espreita isto :P


E sim também gosto que sejam teias inorgânicas para este filme.

Anita disse...

Nada a apontar :D

Já agora por simples curiosidade sabias que o Troy de Community é tão "agarrado" na aranha que chegou a fazer uma campanha no Twitter e no Facebook para ser o novo Peter Parker? Daí que no primeiro episódio desta temporada ele apareça com o pijama da aranha :D

Loot disse...

Não fazia ideia, muito bom :)
Claro que só se o Spike Lee fosse o novo realiador é que ele tinha hipótese em ser o novo aranha.

E para quando or egresso de community?

Anita disse...

Pois ia ser uma mudança e tanto mas, é engraçado ver as questões que foram levantadas sobre isso. A pressão dos fãs foi tão forte que até o Stan Lee comentou:

http://splashpage.mtv.com/2010/06/09/stan-lee-donald-glover-spider-man-casting-campaign/

E já agora o Abed também daria um belo Batman conforme já teve oportunidade de demonstrar ehehe :D

E esta 5.ª já temos Community de volta :D

Loot disse...

É um assunto interessantes, já estive para escrever um post sobre ele e nunca o fiz.

Eu não sou contra alterarem aspectos da BD, nomeadamente personagens. Mas depende das alterações pois podem alterar a personagem e depois dela no filme só fica apenas o nome.
É necessário que ela mantenha a sua integridade, se não não se adapta, cria-se outra nova.

Para não me alongar vou directo à questão racial porque acima estava a referir-me a qualquer tipo de mudança (fisica e psicológica).
A resposta a meu ver é um valente depende lol.

Já aconteceu com o Nick Fury (aconteceu primeiro na BD a mudança para um Nick Fury à lá Samuel L. Jackson) e no Kingpin em Daredevil.
E houve algum problema? Não.

Mas são personagens menos conhecidas se o aranha fosse negro, ou o superman loiro, muita gente ia queixar-se. Agora, faz alguma diferença estas mudanças na personagem? Deixam de ser quem são? Não.

O Aranha é de New York, tanto podia ser branco como preto penso que é indiferente. Aliás o povo não faz ideia qual a cor da sua pele, não sabem quem está pode debaixo da máscara.

Há casos no entanto em que a mudança racial não faz sentido, assim rapidamente lembro-me do Black Panther, que é o rei de um páis africano, Wakanda. Se ele fosse branco ou indiano, ou japonês, bem não ia bater certo, ia ficar ridiculo.

Loot disse...

Ahhh e excelente notícia a de community :)

Anita disse...

Pois...eu também acho que depende e não apenas em BD como em tudo.

Por exemplo, o facto de terem mudado o género da Starbuck na nova versão de BSG de certeza que inicialmente não agradou a muitos dos seguidores da versão original e no entanto, construíram e desenvolveram a personagem tão bem (bem...passáros à parte) que não tardou muito a que ela se tornasse uma das mais apreciadas pelo público.

O essencial aqui não é a alteração em si mas, sim o modo como constroem a personagem e se conseguem manter a sua essência ou não. E também depende do carisma do actor obviamente...

Loot disse...

Pombas à parte como dizes, a Starbuck é fantástica.

Eu não vi a série original, não sei se mantiveram o espirito, mas acredito que sim e este é um excelente exemplo então.

No entanto s Starbuck até podia não ter nada a ver com a antiga, acho que o Baltar, por exemplo, não tem muito a ver com o antigo e no entanto é excelente uma das minhas personagens predilectas. Tornou-se uma nova criação em vez de uma adaptação apenas isso.

Mas algumas mudanças iam ser estranhas por não estarmos habituados, sei lá um Blade branco por exemplo lol. Claro que se o actor fosse bom e fizesse a personagem funcionar, depois habituávamos-nos. Acho eu.

ArmPauloFer disse...

A propósito de falarem na BSG...

A BSG original e o remake de 2003 são muito diferentes. Algumas personagens correspondem mas na maioria são radicalmente diferentes.

Starbuck no original era um homem, um aventureiro muito convencido de si mesmo... mas um bom herói a serviço da frota. Educado, de cabelo loiro sempre penteado, muito astuto e sempre cheio de bom humor (é o mesmo actor de A-Team, que parecia fazer sempre os mesmo papeis). Tal como no remake era nele que o Comandante depositava imensa confiança... como se fosse um filho (ou era filho? De repente fico na dúvida).

No remake, temos uma gaja eximia como piloto (também) mas no resto tudo oposto. Impulsiva, bruta, perturbada, muita das vezes mal-educada, bêbeda... mas com bom coração. Perto do fim da série "renasce" com uma missão...

Loot, disseste "não sei se mantiveram o espirito"... No remake... o espirito da Starbuck não se manteve. Evaporou-se. (eh, eh, eh... entenderam?)

Loot disse...

ahah muito boa a frase final, spoilers para a explicar :P

Obrigado pelo esclarecimento. Nesse caso é uma re-estruturação das personagens.

O Aranha por exemplo, podia parar de ser o piadolas que é, deixar de ser estudioso e geek, e até podia voar e não lançar teias e mesmo assim ser uma excelente personagem, mas também deixava de ser o Aranha...

Agora, se fosse loiro, ou negro, ou chinês, ou melhor ainda, português, mas na personalidade idêntico, continuaria ou não a ser o Aranha?

Aliás e se o Peter Parker fosse uma mulher?

ArmPauloFer disse...

Sim, desde que na essência continuasse a ser o que se percebe pertencer a Homem-Aranha... aceitaríamos, desde que fosse estabelecido com nova lógica.

Ser uma mulher é que não... afinal até já existe uma Mulher-Aranha e assim seriam duas "spider-chicks" directas (e ainda havia mais na Marvel).

A razão que os leva a refazer as personagens, deve se ao facto do contexto socio-cultural na época em que foram criados, onde certas opções não se poderiam tomar e havia que optar sempre pelo ideal heroico da época. Digo isto a pensar muito na DC Comics, pois a Marvel só chegou décadas depois e com menos entraves mas mesmo assim a realidade do que se poderia editar e que venderia ainda não tinha sofrido grandes mudanças.
É curioso mas este assunto surge abordado e contextualizado com muita pertinência no Documentario- Secret Origin: The Story of DC Comics

A lógica que tenho notado imperar, seja DC Comics ou Marvel, é tentar equilibrar os exemplos que passam das suas personagens com o novo factor socio-cultural. Não é á toa que algumas mudaram de etnia, estatuto e até mesmo a orientação sexual.

Por exemplo, no caso do Peter Parker, não me espantaria se um dia ele surgisse com indicios bissexuais. Aranha é um insecto que tem muito mais de feminino. E aquele fatinho original... só lhe falta ser de latex e dá para imaginar o resto... até a cabeça já está toda sufocantemente tapada.
Mas ainda bem que não chegou a isto! Era de fugir!!!

Loot disse...

A Aranha não é um insecto é um aracnideo :P

Não faz muito sentido mudarem a orientação do Aranha que durante anos e anos teve as suas duas grandes (as maiores) paixões pela Gwen e pela Mary Jane.

Lembrei-me das mulheres aranha (que já são umas quantas) mas nos filmes nunca vão aparecer, em princípio.

Esse documentário é que eu preciso de ver.
O que dizes faz todo o sentido, os heróis também foram usados para propaganda. O superman também já foi bem mais machista do que hoje (hoje não é), entre outras coisas. São 75 anos de DC, as coisas não iam ser sempre iguais. Aliás o superman teve um reboot e no green lantern e no flash mudou-se literalmente a pessoa.

Mas mesmo nos mesmos períodos como actualmente, o Joker e outros têm retratos distintos consoante o autor, mas tenta-se sempre manter algumas características chave, sem elas deixaria de ser o Joker.

syrin disse...

"Starbuck no original era um homem, um aventureiro muito convencido de si mesmo... mas um bom herói a serviço da frota. Educado, de cabelo loiro sempre penteado, muito astuto e sempre cheio de bom humor (é o mesmo actor de A-Team, que parecia fazer sempre os mesmo papeis). Tal como no remake era nele que o Comandante depositava imensa confiança... como se fosse um filho (ou era filho? De repente fico na dúvida)."


@ArmPauloFerreira:
Olha que estás enganado. O Starbuck original, tal como na versão do remake, não era uma personagem confiável, astuta ou educada. Era um aventureiro, inconsequente, mulherengo, que se estava sempre a meter em apuros. De confiança era o Apollo, filho do Adama. As características dos dois foram fielmente transferidas para a versão moderna (incluindo ter a Starbuck sempre bêbada e a fumar charutos), apenas mudaram foi o sexo. E tornaram-na também mais competente que o Starbuck original. Daí o outro actor não ter achado piada nenhuma e passar o tempo a denegrir a BSG 2003. :P Já ninguém se lembra dele quando se fala em Starbuck... :P

ArmPauloFer disse...

@ Syrin: Xiii... a minha memória, dos tempos de pequenito está a falhar então neste caso. É que não vi mais revi a BSG 1979... pois... e olha que enquanto comentava tive essa ideia de ele ser assim, quando na realidade estava a misturar a personalidade do Starbuck com a do Apollo... shame on me!
Até comecei a recordar-me bem no inicio ("Starbuck no original era um homem, um aventureiro muito convencido de si mesmo...") mas depois misturou-se tudo... o feeling de não ter caracterizado correctamente chega mesmo a despontar ("ou era filho? De repente fico na dúvida").

Origado Syrin, pela precisão do reparo muito oportuno! (Não fales em Caprica pois tenho essa e outras em stand by indeterminado...).
Para quem não sabe a Syrin é uma guru do universo BSG, no TVD. Portanto... levei um balázio dum viper!

Ao Loot e restantes, peço desculpa pela minha falha e imprecisão. A vontade de participar e ajudar comentando, sempre a correr não e com pouco tempo...
Sorry!

Loot disse...

Obrigado pelo esclarecimento Syrin :)

Armindo, bem sei dos conhecimentos dela e de Galactica, podemos dizer que ela foi a minha personal trainer em Galactica :D

syrin disse...

Personal trainer? Fixe, esses gajos ganham bastante. E nos dias que correm, dá jeito. :D

Se quiserem relembrar a BSG de 1978...
http://tvfiles.wordpress.com/category/battlestar-galactica-1978/