domingo, setembro 27, 2009

Sessões no MOTELx 2009: Re-Animator e Papá Wrestling



Re-Animator


Apesar de ser um filme de 1985 esta foi a sua estreia em Portugal (em Cinema). Uma das grandes notícias é que o filme iria passar na sua versão integral e não censurada. A mítica cena sexual de uma cabeça cortada está lá e é um misto de repulsa e gargalhada bem ao género destes filmes.
Realizado por Stuart Gordon é uma adaptação do conto "Herbert West: Reanimator" de H. P. Lovecraft.
O filme conta a história de Herbert West (Jeffrey Combs) e Dan Cain (Bruce Abbott). O primeiro é um estudante de medicina tenebroso que é transferido de uma universidade em Zurique, na Suíça para a de Miskatonic na América. é lá onde conhece Dan Cain também ele um estudante de medicina conhecido por não lidar bem com a morte dos seus pacientes.
Dan é um excelente estudante, namora com a filha do director e nunca se mete em confusões, leva portanto uma vida bastante pacífica até ao dia em que começa a dividir casa com estranho Herbert.
Com o tempo Dan descobre que Herbert se encontra a pesquisar a reanimação de tecido morto tendo já criado um soro capaz de reanimar os mortos. Herbert acredita que quanto mais "fresco" estiver o exemplar melhor serão os resultados uma vez que o cérebro se encontra morto há pouco tempo. No entanto e em contradição com as ideias de Dr. Carl Hill (David Gale) acredita ser possível reanimar alguém cujo cérebro se encontra morto há vários dias, porém os resultados são muito piores.
"Re-Animator" é um clássico do género carregado de morte e humor que não deixará o espectador indiferente. O filme contou com a apresentação por parte do próprio Stuart Gordon que fez um discurso bastante divertido e até realista. Os aplausos foram imensos e mostraram bem a Gordon como é acarinhado pelos fãs do terror.


Papá Wrestling

Todos os filmes exibidos no "MOTELx" apresentavam inicialmente uma curta-metragem. Neste caso coube a honra a "Papá Wrestling" de Fernando Alle.
Como em muitos filmes a história é sobre um jovem rapaz cujo almoço é roubado pelos delinquentes da escola. Infelizmente para os delinquentes o pai do tal rapaz é um lutador de wrestling completamente maníaco e o que se segue é um festival de gore que resulta em puro divertimento.
Nunca a frase "enfiar-te as bolas pela boca adentro" foi usada de forma tão literal num filme.
"Papá Wrestling" não passou despercebido apesar de não ter vencido o concurso do festival recebeu uma menção e pela forma como o público o aplaudiu é caso para dizer que é um vencedor.

6 comentários:

na outra banda disse...

madresita...que recordação!!
a década de 80 foi fértil em filmes do género.
re-animator é clássico na família inteira!
curiosamente, todos se reuniam para sessões de, justamente, risota e sustos.
estranho? nem tanto, família reunida era paródia com "qualquer coisa".
uma ponta de saudosismo...seja como for, adorei recordar estas coisas no teu blogue :)
boa semana!

looT disse...

O humor e o terror andam de mãos dadas o riso é uma forma de combatermos o medo não que o re-animator seja um filme assustador mas lembrei-me apenas de dizer isto agora :P

E estranho nada eu ainda me lembro de ver o braindead em grupo e ter sido a loucura. Estava com os colegas da minha prima era ainda um miúdo. Foi dos primeiros filmes do género que vi e me cativou a querer mais.

O que me lembra sabias que andam a planear remakes do "The Thing" e do "The Fly"? Estranho é o remake do "the Fly" vir a ser feito pelo próprio Cronemberg (sendo já o 1º dele um remake lol)

Abraço

na outra banda disse...

mas ler sobre cinema, hoje em dia, é quase tudo sobre remakes...
vi o trailer há pouco do "pesadelo em elm street"...quer dizer...é preciso explicar como um personagem morreu queimado?
é esta intro que fará do filme melhor que o original?
um porre estes filmes que ocupam maior tempo de antena sem o conteúdo necessário para surpreender, como havia na década de 80 e com os re-animators da vida, isto claro, neste contexto "spooky" :0))
o fantas há muito que tenta trazer o peter jackson ao festival, mas agora,tão conhecido e mais magro, nem com uma francesinha à borla o gajo aparece :0))

Maria del Sol disse...

Como sabes não sou, nem pouco mais ou menos, a maior fã do género, mas a premissa de que parte este filme faz-me pensar que não seria uma má aproximação ao gore para alguém como eu. o humor sempre ajuda a desdramatizar a impressão que me faz ver todas as entranhas (mesmo que plastificadas) cá fora, qual talho de aldeia.

mas, claro, só tu que já viste o filme é que me podes dizer se a dose de sangue é excessiva ou não. :P

looT disse...

Na outra banda: Eu esqueço-me sempre que o Peter Jackson agora é magríssimo nem parece ele vou sempre recordá-lo como antes :P

Já vi o trailer do "elm street e confesso que não me atraiu. Sobre a origem nos originais acho que só veio mais tarde no 1º não dizem nada. Mas também não foi por isso que não gostei do trailer.


Maria: O gore e o humor andam muitas vezes de mãos dadas :P
A dose de sangue não é excessiva nem me lembro de que tenha muito se esse for o problema estás à vontade.

Anónimo disse...

adoro esse filme assiste ele quando era criança e me borrava de medo dele! o doutor quando se transformar naquele monstro fica assustador! a loira do filme é muito gostosa e tinha uma cena em que o doutor manicão agarrava ela cheio de gosmas e tentaculos, ele queria abusar dela. era bem grotesco!esse filme é um clássico! pena que nunca mais consigui assisti-lo na tv. vi essse filme no cine-trash da band apresentado pelo zé do caixão!