segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Oscars 2009

Penso que já quase tudo foi dito sobre o evento de ontem, por isso não me irei estender muito sobre o assunto.
Gostava de começar por salientar que ontem ocorreu algo Histórico no cinema, pela primeira vez a interpretação de um personagem de Banda Desenhada venceu um Óscar (se não estou em erro). Nesse sentido fez-me recordar o prémio do "Senhor do Anéis", o primeiro filme de fantasia a vencer o Óscar por melhor filme. O discurso da sua família foi dos mais emocionantes e os olhares de Adrian Brody, Brad Pitt entre outros espelham perfeitamente o sentimento de perda.
Gostei muito da cerimónia, não tinha intenções de seguir a emissão até ao final mas Hugh Jackman deslubrou e acabei por o fazer, foi um verdadeiro entarteiner. Muito boa a dança entre ele e Anne Hathaway a satirizar "Frost/Nixon".
A entrega dos prémios decorreu na sua maioria como se esperava, poucas foram as surpresas. Sean Penn a vencer como melhor actor dificilmente será uma surpresa. Ainda não vi nem "Milk" nem "The Wreslter" mas acredito que estamos perante um caso de "venha o Diabo e escolha". O seu discurso juntamente com o de Dustin Lance Black pelo Óscar de melhor argumento original foram dos melhores. Aqui estava a torcer por "In Bruges" mas novamente não vi "Milk".
Voltando às surpresas a maior da noite foi sem dúvida a vitória de "Departures" como melhor filme em lingua estrangeira. Todos esperavam que "Valsa com Bashir"
triunfasse e caso não ocorresse muito provávelmente seria "A Turma". Como não vi nenhum dos nomeados abstenho-me.
O prémio mais óbvio era o de "Wall.E" como melhor filme de animação completamente assegurado afinal não havia concorrência de peso maior.
Os grandes casais a apresentar os prémios foram sem dúvida a Tina Fey com o Steve Martin, a Natalie Portman com o Ben Stiller e Jennifer Aniston com Jack Black que porporcionaram alguns dos momentos mais humoristicos da gala.
Muito engraçado foi também a forma como os prémios da representação foram entregues, juntando diferentes gerações de vencedores do Óscar. Parecia que estavam a abraçar o novo membro de um clube secreto, mas eu pessoalmente gostei.
A maior injustiça para mim (pelos poucos filmes que vi) foi sem dúvida a ausência de "Revolutionary Road". Um dos melhores estreados por cá este ano que merecia destaque como filme, na realização e na banda sonora. A Leonardo Di Caprio também não ficava mal a nomeação mas todos os nomeados eram de peso e acredito que mais cedo ou mais tarde o Óscar não lhe escapa. Adorei Kate Winslet no filme e não a vi em "The Reader" no entanto venceu por isso não a coloco na lista pessoal de injustiças. Felizmente não se esqueceram do curto mas intenso papel de Micahel Shannon nomeando-o para melhor actor secundário.
Faltou também a nomeação à canção de Springsteen, e depois qualquer uma podia vencer para mim, são todas belas canções.
Acabei por só apanhar o final do momento que recordou as perdas da 7º arte em 2008. diz quem viu que foi um grande momento também.
Para terminar a homenagem deste ano calhou a Jerry Lewis que constituiu também um dos momentos mais emocionantes da noite.
E quase que me esquecia de salientar um dos momentos mais altos da noite, o assobio fantástico do pai de Kate Winlet quando ela pede para a família assobiar para assim saber onde estão sentados.
Os vencedores podem ser consultados aqui.

16 comentários:

Filipe Machado disse...

Isto é o que se chama uma reportagem detalhada :)

Izzi disse...

Também gostei muito da cerimónia e em especial das intervenções de Hugh Jackman - acho que as más línguas não têm muito por onde ir...

Também adorei aquele assobio fantástico!

*

Radjack disse...

Tive pena de não ter visto até ao fim, mas gostei bastante desta edição dos oscars.
Boa revisão do acontecimento;D

na outra banda disse...

buenas!
o assobio foi fantástico :)
reparo no poster uma referência ao will ferrer, mas ele não apareceu...bom, perdi os minutos iniciais(pretendo ver hoje)
a bd teve grande destaque quando fizeram o medley da montagem.
não vi slumdog. não sei como ganhou as categorias técnicas de som... :)
enfim, uma noite bem passada.
Pelos vistos ninguém quer saber dos prémios, só do espectáculo :))
boa semana!!

Fernando Ribeiro disse...

Concordo contigo. Faltaram nomeações para Revolutionary Road e, para mim, também para The Wrestler. No entanto, gostei muito da cerimónia, principalmente do estilo inovador e do sangue novo que trouxeram aos Oscars.

Abraço.

Filipe Machado disse...

Participe na sondagem "Melhor James Bond com Roger Moore” até ao dia 12 de Março 2009, em http://additionalcamera.blogspot.com. Só faltam 15 dias!!

Bongop disse...

grande reportagem looT!
:D
Agora só falta pores a lista dos vencedores! É que eu nunca vejo a cerimónia... LoL

looT disse...

Filipe: Obrigado, mas falta falar de muita coisa, como disse algumas notas que queria partilhar ;)
Quanto ao James Bond eu nunca vi os filmes :(

Izzi: O assobio foi do melhor :D

Radjack: Este ano a TVI teve sorte com o Carnaval de certeza que as audiências foram bem maiores.


Na Outra Banda: A BD tem grande destaque no cinema da actualidade daí tanta referência na cantiga de Jackman que termina com ele a apelidar-se de Wolverine :P
O espectáculo faz parte e este ano soube voltar aos bons tempos.
Quanto aos prémios quase tudo como se esperava.


Fernando: ainda não vi o The Wrestler mas está quase :D

Bongop: Tens toda a razão esqueci-me completamente de colocar a lista já está corrigido :P
Obrigado

Anita disse...

Concordo plenamente com tudo, especialmente no que diz respeito ao "esquecimento! do RR".
Não teces nenhum comentário ao vencedor, por isso, imagino que ainda não o tenhas visto...eu tenho que confessar que fiquei feliz com o resultado. Na minha opinião, dos 5 filmes que estavam nomeados nenhum se destacava largamente dos outros...todos eles eram bastante equilibrados entre si: todos bons filmes mas, todos com as suas falhas. Slumdog não era o melhor mas, foi o que me fez ficar com o maior sorriso no rosto depois de deixar a sala de cinema por isso, fico mesmo feliz!!

Quanto à vitória do Doyle, eu adoro o seu trabalho mas, tenho que admitir que custa ver o GVS a perder ou o Aranofsky a ficar de fora :/ Não esperava que ele ganhasse...

Nas actrizes tudo como esperado e justo na minha opinião.

Nos actores, esperava que o Rourke ganhasse mas, como ainda não vi o Wrestler estava a torcer pelo Penn, por isso, por agora acho que a vitória foi justa. Ele está majestoso. Já o Heath é
consensual...mais palavras para quê?

Quanto à cerimónia, foi a melhor dos últimos anos e o HJ provou ter sido uma boa escolha!!

Para o ano há mais:)

Beijinho.

PS: Heroes esta semana foi mais do mesmo...a criatividade começa mesmo a faltar...mais uma cidade a explodir...here we go again:)) E aquele apartamento do Mendez ainda continua a rular...impressionante (NOT) :)

DV disse...

"Leonardo Di Caprio também não ficava mal a nomeação mas todos os nomeados eram de peso e acredito que mais cedo ou mais tarde o Óscar não lhe escapa."

Sim, quando tiver uns 80 anitos e lhe quiserem dar um Oscar por ser sempre um actor mediocre. Felizmente no mundo real o DiCaprio nunca ganhará um Oscar.

Quanto ao Ledger, se para o ano o nomeassem como melhor actor pelo filme 'Dr.Parnassus' tinha que dar o braço a torcer, agora em relação ao DKR continuo a dizer que:

Fanaram o Oscar ao Robert Downey Jr.

P.S.:Sim Loot, até aqui. Tu segues-me até ao Deuxieme e eu chateio-te no teu território.LoL

looT disse...

Anita:

Já vi o Slumdog e sinceramente não estava a torcer por nenhum em particular, talvez porque como dizes não houvesse nenhum grande destaque, eu também só vi este e o Button. O que me lembra que o Oscar para Fincher não ficava nada mal entregue talvez até melhor.
Exactamente pelo Slumdog não se destacar acho que teve mais prémios do que merecia. Podiam ter sido mais equilibrados a entregá-los pois não o considero um filme superior ao Button.
Não vi o Milk nem o Wrestler então não posso comentar mas confio na tua opinião :P

A cerimónia foi a maior surpresa da noite, das melhores destes últimos anos.

PS: O heroes não está a estimular nada antigamente ainda ansiava pelo novo episódio, agora nada. E sem o Sylar ainda piorou mais :(

bjs

looT disse...

DV:

Antes de mais bem vindo.
Eu não sou nenhum stalker não ando a perseguir ninguém. Já há muito tempo que consulto o blog da Premiere e nos comentários percebi que tu e o Inglorious Basterd são a mesma pessoa porque como disse não haverá muita gente no mundo a não gostar do Joker de Ledger e a achar que o filme de Watchmen será melhor que a BD. Se fosse só uma destas afirmações podia ser muita gente mas as duas juntas um tipo desconfia.


Já percebemos que somos completos opostos em cinema por isso já sei que não vais concordar com nada do que vou dizer mas comentando as tuas frases.

Muita gente não gosta do Di Caprio eu pessoalmente acho muito difícil alguém assistir ao Departed e dizer que o seu trabalho é medíocre.
Acho que tens algo contra actores jovens e "meninos bonitos" é o Di Caprio e é o Ledger.


Ninguém fanou o Oscar ao Downey Jr. toda a gente sabe que quem tinha mais hipóteses de o vencer além de Ledger era Josh Brolin. Não vi o Milk sobre isso não comento.
Mas quem conhece minimamente as atitudes da academia sabe que eles preferem premiar drama a comédia, não é justo isso é verdade.

Agora também te digo sou grande fã do Downey Jr. gostei imenso dele no "Tropic Thunder" mas estou longe de achar que ele foi roubado por não ter recebido o Oscar, mesmo sem contar com Ledger.

Dan disse...

Heath quebrou barreiras e conseguiu um Oscar muito merecido, também partilho do teu entusiasmo neste aspecto! ehehe :)

Também fiquei abismado com o carisma, e a qualidade para entreter por parte de Hugh Jackman! Deu uma chama nova à gala, que é muito bem-vinda!

Abraço.

looT disse...

A mudança era necessária e este ano tivemos uma das melhores cerimónias dos últimos tempos.
Eu nem contava ficar a vê-la toda e depois...:)

A vitória de Ledger é justíssima!!!

Abraço

QUEIROZ disse...

Dos meus chutes ao Oscar acertei os seguintes:

Melhor ator coadjuvante:
- Heath Ledger - “Batman – O cavaleiro das trevas”

Melhor longa de animação:
- “Wall.E”

Melhor filme em língua estrangeira:
- “Departures”, de Yojiro Takita (Japão)

Melhor roteiro original:
- “Milk – A voz da liberdade”

Melhor direção de arte:
- “O curioso caso de Benjamin Button”

Eu considerei na véspera que Sean Pean ganhar por Milk teria muito haver com o momento político que os USA estão vivendo no momento, e não deu outra. Em relação ao Heath Ledger, a gente pode até ter dúvidas em relação a sua indicação a tantos prêmios se tivesse vivo, mas nunca de merecer as premiações, pois o Coringa de Heath Ledger já entrou para a História do Cinema. Eu acho estranho o filme que deveria disputar, melhor filme estrangeiro ganhar A estatueta, mas tudo bem, eu vou assistir o Slam Dog... para matar a dúvida se é esse chocolate todo.

Valeu Loot

looT disse...

Acertaste no melhor filme estrangeiro? Esse foi talvez a maior surpresa da noite :P

Quanto ao Ledger plenamente de acordo sobre o Penn já vi várias pessoas referirem que foi uma vitória política porém vindo de Penn dificilmente não terá sido merecido (ainda não vi o filme).

O Slumdog na minha opinião não é esse chocolate todo mas eu gostei.
Abraço