sexta-feira, julho 28, 2006

Tool - 10.000 days


Já queria fazer isto há muito tempo, mas tem faltado tempo e inspiração, e como estou quase a ir embora, não queria deixar de falar num dos melhores álbuns que saiu este ano, provavelmente o melhor (para mim).
Depois da brilhante carreira de Tool, colocava-se a questão de como seria este novo álbum, se todos têm uma sonoridade diferente e uma notória evolução musical, a fasquia era altíssima. Quando uma banda lança um cd como o "Aenima", muita gente pensava que a fórmula iria repetir-se no álbum seguinte, mas quem conhece bem Tool sabia que isto não iria acontecer, e assim veio "Lateralus", um álbum que não sendo melhor que "Aenima" está no mesmo nível de qualidade mas explorando outros campos musicais (sendo sempre Tool). Depois de uma discofrafia destas, será que "10.000 days" iria responder como se esperava, ou seria uma desilusão?
Felizmente "10.000 days" prova que esta banda não conhece limites, não sendo um álbum que inove tanto como os anteriores musicalmente, mas como um conjunto de tudo o que os Tool aprenderam até hoje, uma reunião da sonoridade explorada pela banda. Quem não ouve este álbum e se recorda de todos os antigos da sua carreira? A "the pot", não faz lembrar o "Aenima" em certos momentos? E outras o "Undertow"? ou o "Opiate"? Até o "Salival" um álbum com músicas ao vivo, covers e raridades, se relembra em "10.000 days", ouçam a "Right in Two" e vejam se não se lembram da percursão que foi experimentada na versão do "Salival" da "push it". O Álbum com maior incidência neste último acaba por ser o "Lateralus" de longe, é este que mais se reconhece em "10 000 Days".
Concluindo e espero que isto não tenha ficado confuso, "10.000 days" é um álbum muito intenso e magestoso, as músicas estão em perfeita sintonia umas com as outras e sendo diferentes o cd acaba por ter uma sensação de união, entre canções, maior do que o "Laterauls" tinha.
A própria arte do cd de Alex Grey é muito boa, até vem equipado com óculos 3D para uma maior apreensão da arte gráfica, o que faz deste cd um grande artigo de colecção. Palavras para quê? Ouçam.
Existe uma mensagem subliminar na "Intension" se ouvirem a música ao contrário, soa a algo do género: "Work hard. Stay in school. Listen to your mother. Your father is right.", fica aqui um link com uma parte da música invertida: http://www.megaupload.com/?d=96JMW4KY
Outra curiosidade é em relação às canções
"wings for marie (part1)" e "1o.ooo days (part2)" em homenagem à mãe de Maynard James Keenan que esteve 10 000 dias numa cadeira de rodas. Se aliarem a última canção do álbum "Viginti Tres" à "wings for marie (part1)" vão ficar com uma faixa que tem o tempo idêntico à "1o.ooo days (part2)", agora só têm de passar esta nova faixa ao mesmo tempo que a "1o.ooo days (part2)". Para ouvirem cliquem aqui.

11 comentários:

_lamy_ disse...

parece q eles vão cá estar no pavilhão atlântico dia 5 de Novembro!!:D

fonte: http://www.toolband.com/tour/index.html

Anónimo disse...

tou viciada neste album...
fui ve-los ao super bock e se calhar n resisto a aparecer no pavilhao atlantico!

_Loot_ disse...

Já tenho o bilhete 30 euros. Se um concerto deles em festival já é o que é imagino um concerto apenas deles.
Anonynous és alguém que eu conheço?

Anónimo disse...

n sei...n faço ideia kem es!!!lol

_Loot_ disse...

Boa resposta, lol.
Perguntei porque normalmente ninguém faz comments aqui só almas caridosas que nos conhecem.

Anónimo disse...

para n fugir a regra...eu conheço o lamy!vim parar este blog pra saber noticias dele...
e qdo vi escrita sobre tool nao resisti a comentar!desculpem a ousadia!!!
gosto do blog...

bjitos tdos(k devem ser boas pessoas ja k sao amigos lamy!)

_lamy_ disse...

oi?! conheces-me a mim?! eh lá!:D
quem és?:P

Francisco Mendes disse...

Novembro estou lá!

Anónimo disse...

oh lamy...foste tu k m deste conhcer maynard em perfect circle!!!

_lamy_ disse...

ok!!!!
caga lá nisso, então!!

Ismael disse...

ngm me manda a tal musica ? sff

mail: vaiprocaralho666@hotmail.com